~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Nosso Perfil. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.
BLOG "ANJO SENSUAL"
Conteúdo Voltado Somente ao Público Adulto: "Contos, Textos, Imagem, Atualidades, Dicas de Saúde Sexual, Informações, Dicas e Links Variados".

"..ATENÇÃO..:
»PRIVAMOS PELO RESPEITO E PELO DIREITO AUTORAL!
»A maioria dos nossos textos são de autoria própria, portanto, quando não somos os autores, damos os devidos créditos e quando copiamos algo de outro Site ou Blog identificamos o mesmo!"
»Se você deseja copiar algo, avise-nos e lembre-se de respeitar a autoria!"

"OS CONTOS SÃO MERAMENTE NARRATIVOS!"
»" CASAL ANJO SENSUAL "«





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Tempo. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.







»Confira Nosso Arquivo«

-»Contos e Dicas by AnjoSensual
-»Contos Anteriores



»Passeio Virtual«

- "Cláudia Pit"
- "A arte de Fazer Bem Feito"
- "A menina atras da Janela"
- "Cantinho Sensual da Lali"
- "Dicas by Anjo Sensual"
- "Vanessa Oliveira"
- "ErotiCidades"
- "Nelma Penteado"
- "Sensualidade e Atualidade"
- "Sexy HelpDesk"
- "Visão Masculina"



»Indique o Blog«




~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Fetiche e Fantasias. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.


...Sex Shop...
»Amor e Paixão«

...Sex Shop...
»Clique SexShop«

...Sex Shop...
»Darme Sex«

...Sex Shop...
»Desfrutando Sexshop«

...Sex Shop...
»Loja do Prazer«



~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Sites Liberais. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Aprovados. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.









~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Visitas. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.












Havíamos saído para jantar, o local era bem aconchegante... Luzes de vela, música romântica, decoração rústica e flores do campo espalhadas pelas mesas.

Após o jantar, ficamos conversando e acabamos indo para a pista de dança.

Quando ele me tocou, senti sua pele exalar um aroma de desejo e seus movimentos diziam o quanto ele me queria.

Durante a dança deu-se inicio há um delicioso jogo de sedução com toques ousados... Beijos incontidos... Mãos deslizando pelo corpo... Palavras picantes ao pé do ouvido...

Por um instante nos desligamos e desfrutamos do momento como se não houvesse mais ninguém no local... Confesso que o fato de estar sendo seduzida e observada mexeu com a minha libido e deixou-me excitada, porém, me contive e sugeri que voltássemos para a mesa.

Ele me puxou para perto do seu corpo, deslizou suas mãos em minha nuca e segurando em meus cabelos falou baixinho ao meu ouvido que não poderíamos sair dali, pois, ele estava excitado e todos perceberiam sua ereção.

Com o olhar cheio de malicia, olhei em seus olhos e beijei sua boca... E adorei sentir o volume do seu membro mexer e tocar em minhas coxas. Sorrindo, disse que não poderíamos ficar ali para sempre, pois a música havia acabado e todos iriam notar a sua situação. Então, ele disfarçou, me pegou por trás e seguimos para mesa, onde ficamos até sua situação melhorar... Passado à ereção, resolvemos ir embora para casa.

Durante o caminho, suas mãos deslizaram por diversas vezes entre minhas pernas e tocaram a minha virilha e consequentemente o meu sexo, que a essa altura estava latejante e completamente molhado.

Ao entrarmos, ele me pegou no colo, me levou até o quarto, colocou uma música e começamos a dançar e a nos envolver novamente num delicioso jogo de prazer e sedução...

Arrepiei-me por inteira ao sentir sua boca sugar os meus lábios e suas mãos apalparem o meu bumbum... Não resisti e percebendo que ele estava sedento por amor, sexo e prazer retirei a minha roupa e fiquei completamente nua.

Ajoelhei-me aos seus pés, abri o zíper de sua calça, adentrei minhas mãos por debaixo de sua roupa e coloquei-o para fora e então comecei a beijar o seu membro, ora passando-o em meu rosto ora esfregando-o entre meus lábios.

Percebendo que seu gozo se aproximava parei de estimulá-lo, ajeitei-me na cama e fiquei de quatro, pedindo para me penetrar.

Prontamente ele me atendeu e segurando em meus seios, penetrou-me com delicadeza, onde permaneceu assim por um bom tempo... Socando o seu membro dentro de mim e me fazendo tremer de prazer. Então passei a gemer e o deixei ainda mais excitado.

Mudamos de posição, coloquei-o sentado numa cadeira e sentei em seu colo... Senti o seu membro me invadir por inteira e então, passei a cavalgar gostoso. A cada movimento ousado sentia um prazer diferente e me deixei levar pelo desejo e me entreguei de corpo e alma a excitação... Cavalguei, tremi... Delirei e gemi tendo um longo e delicioso orgasmo.

Ele retirou seu membro ereto e lambuzado de dentro de mim e o levou em minha boca, me chamando de sua safadinha me pediu para provar do meu prazer e devora-lo com vontade.

Deslizei a minha língua por toda a extensão e apertando-o entre meus lábios o suguei gostoso, fazendo com que ele jorrasse em minha boca e lambuzasse a minha cara.

Com a ponta de seu membro ele colocou para dentro o caldinho que caíra para fora e me fartei com gozo... Lambi, devorei e provei aquele leitinho quente que saíra de dentro dele, explodindo de prazer e saciando as nossas vontades.

Tomados pelo cansaço do prazer, deitamos abraçados onde dormimos agarrados até o amanhecer.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h44 PM
[ ]





Estávamos comemorando mais um ano juntos e resolvemos fazer uma viagem, afinal, estar ao lado dela, seja onde for é sempre maravilhoso... Pedi á um amigo, as chaves da sua fazenda emprestada e empolgados, seguimos viagem.

Chegando ao local nos deparamos com uma fazenda linda, rodeada por flores, uma bela varanda e uma casa luxuosa... Enfim, um cenário perfeito para mais um final de semana de amor com o meu amor.

Fomos direto conhecer o quarto, afinal, esse seria um dos locais mais freqüentado da casa... Abrimos à porta e ficamos maravilhados como bom gosto e requinte na decoração oriental, tanto nos móveis como nos acessórios, que, para a nossa surpresa e alegria, continha cama rente ao chão...Uma luxuosa banheira de hidromassagem e uma “cadeira erótica” pronta para nos receber e fazer parte da nossas aventuras...

Após conhecer a casa inteira, resolvemos nos trocar e ficarmos mais a vontade... Ela me surpreendeu com um minúsculo shortinho e uma camisa decotada que teimava em deixar a mostra os seus lindos seios.

Deitamos na cama, um sobre o outro e ficamos conversando, ora ela me beijava ardentemente, ora afagava os meus cabelos e o meu peito, deixando-me assim, bastante excitado...

Tentei toca-la, mas ela se levantou, aumentou o som do rádio e começou a dançar... Com gestos, insinuações, caras e bocas, passou a me provocar, dançando no ritmo da musica.

Toda vez que ela tocava sua língua em seus seios ou suas mãos no seu sexo, meu membro vibrava e uma deliciosa sensação tomava conta de mim e dos meus atos, causando-me uma ereção prazerosa.

Ela percebendo a minha excitação, começou a rebolar gostoso e, dançando lentamente se colocou de pé sobre mim e com o olhar de mulher levada... Verdadeira felina safada, passou a dançar... Descendo, agachando, rebolando e levantando sensualmente sobre mim.

Já estava todo tarado e então retirei a minha roupa e deixei o membro exposto, pronto para recebê-la... E não demorou muito para ela sentar gostoso...

Delirei... Tremi e enquanto eu me deliciava com os seus seios, ela me atiçava com o seu rebolado sensual, perfeito e maravilhoso. Ela fazia gostoso, porém os seus movimentos me deixavam louco e então, sugeri que ela parasse e viesse devora-lo com sua boca.

Prontamente ela me atendeu, se levantou e se abaixou... Delicadamente ela o pegou, massageou-o entre seus seios, deslizou suas mãos lambuzadas pelo seu sexo e colocou-o dentro de sua boca, me levando ao delírio, sugando-o profundamente... Sentia meu membro latejar em sua boca e quanto mais ela fazia, mas eu queria.

Ela também estava louca de desejo, então ela olhou em meus olhos, sorriu e devorando-me por inteiro, pediu-me para eu a observar enquanto ela se tocava... Deixando-me ainda mais tarado.

Quando pensei que ela me faria gozar em sua boca, ela sorriu... E pedindo para eu me acalmar, se levantou e voltou a dançar.

Fiquei bravo, pois a queria em mim...

Mas, seus movimentos e sua provocação, causaram-me outra deliciosa sensação.

Enquanto olhava ela exibindo o seu corpo para mim, passei a me tocar e a provoquei com meu membro ereto e latejante.

Ela me beijou e pediu para eu me levantar... Se ajeitou na cadeira erótica, ficando numa posição prazerosa e sorrindo, me pediu para “saboreá-la” de quatro.

Não resisti e socando o meu membro dentro dela, passei a ter controle da situação, ora bombando com firmeza... Ora retirando-o e enfiando com delicadeza.

Ela gemeu e seu corpo se contorceu... Senti sua respiração ficar mais ofegante e quando puxei seus cabelos em minha direção, ela sussurrou baixinho: Vem... Me possua, pega o que é só seu!

Delirei e não agüentei... Após sentir o seu prazer escorrer no meu membro, retirei de dentro dela e o levei em sua boca...  E passando sua língua por toda a extensão, ela devorou-o gostoso e sentiu o seu gosto que se misturara com o meu gozo!

Jorrei... Explodi e lambuzei aquele rosto lindo e maravilhoso, deixando escorrer por todo seu corpo gostoso.

Já saciados e com os corpos lambuzados, fomos para a banheira, onde desfrutamos de momentos relaxantes e de prazer até o anoitecer...



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h31 PM
[ ]





Estava em casa, trabalhando na internet quando o telefone tocou... Era ele, me dizendo que havia marcado uma reunião com um cliente e que eu teria que ir junto.

Na hora resmunguei, disse que ainda havia serviço para fazer e que também teria que arrumar a janta, mas ele estava irredutível e sua resposta foi para que eu me arrumasse que em meia hora ele passava para me pegar...

Sem ter outro jeito, deixei o que estava fazendo e fui tomar um banho. Como não sabia quem era o cliente e nem onde seria a reunião, me arrumei de uma forma executiva, porém bastante sensual, afinal estava com o meu marido.

Quando estava terminando a maquiagem ele chegou... Abri a porta e o encontrei com um olhar feliz demais para quem iria á uma reunião; perguntei o porquê daquele olhar safado e do sorriso maroto e ele simplesmente me respondeu que era porque eu estava linda.

Seguimos em direção a rodovia e, curiosa, perguntei em qual empresa seria a reunião. Novamente ele sorriu e com o olhar cheio de malicia disse-me que era surpresa. Não entendi, mas desconfiei!

Passado o trevo entre a nossa cidade e a cidade vizinha ele parou o carro, olhou em meus olhos, deslizou suas mãos entre minhas pernas e disse que estava muito excitado e em seguida deu-me um beijo intenso e caliente.

Sem saber direito o que estava acontecendo disse que eu achava ótimo, mas que aquele não era o momento certo, afinal, tínhamos uma reunião marcada.

Novamente ele me beijou, afagou meus cabelos e sussurrou em meu ouvido que não existia reunião nenhuma, apenas um tesão incontrolável e muita vontade de me ter em seus braços...

Dizendo que ele não existia, retribui os beijos e sugeri que fossemos ao motel mais próximo, pois, aquela história havia me deixado molhada.

Não demorou muito e entramos num motel luxuoso que ainda não conhecíamos.

Como dois adolescentes em fase de descobertas, adentramos no quarto e ficamos parados por alguns instantes, apreciando a linda decoração e todas as outras novidades...

Passado alguns minutos ele colocou uma musica, apagou as luzes centrais e deixou somente a pista de dança acessa... Olhou em meus olhos e me pediu um show particular.

Não pensei duas vezes e segui para pista, onde, ao som da música, comecei a dançar e a me despir... Usando e abusando da sensualidade, malicia e safadeza eu fiz um autêntico strip-tease.

Totalmente nua, me aproximei dele e passei a me insinuar... Ora me acariciando, ora me esfregando em seu corpo.

Beijando-o loucamente eu abri o zíper de sua calça, mordisquei o canto de sua boca e num movimento suave adentrei minha mão sob sua roupa, passando assim a desliza-la em seu corpo até tocar o seu membro. Cheia de vontade e malicia o apalpei e com um gesto de carinho o coloquei para fora... Fiquei massageando-o por alguns minutos e não me contive... Enquanto ele penetrava o seu dedo no meu sexo lambuzado e quente, passei a chupá-lo gostoso.

Não demorou muito e passamos a trocar caricias intensas num maravilhoso 69...

Ao sentir o seu rosto roçando entre minhas pernas, não resisti e gemendo gostoso me entreguei ao prazer, lambuzando ainda mais a sua boca e melando toda a sua cara. Após saborear o meu prazer, ele me colocou de quatro e passou a deslizar sua língua em toda a extensão das costas até chegar à minha cintura...

Nesse instante gemi gostoso e com ar maroto me insinuei, empinando a minha bundinha...

Ouvi seu suspiro e me chamando de sua safadinha passou a deslizar aquele membro duro e latejante por toda parte... Ora batendo-o gostoso, ora penetrando em meu sexo.

Ele fazia gostoso... Tirava, batia, penetrava e estocava, alternando movimentos ferozes e provocantes... Não resisti e comecei a me tocar, acariciando-me deliciosamente e tocando minhas mãos em suas bolas.

Percebendo que ele não agüentaria por muito tempo, pedi para que ele o enfiasse todinho dentro de mim e, segurando em meu quadril, me penetrou profundamente.

Sentindo aquele vai e vem maravilhoso delirei e passei a rebolar gostoso... Ele aumentou a pressão e gozamos juntos, liberando o tesão e saciando assim os nossos desejos e prazeres.

Tomamos um banho e pedimos o jantar... Afinal, já estávamos ali mesmo e resolvemos ficar e passar a noite fora de casa.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 08h42 PM
[ ]





 

 

A noite estava quente... Não somente pelo calor que fazia, mas, também pelo tesão que sentia. Fiquei na internet até um pouco mais e, já não suportando tanto prazer, desliguei o computador, tomei um banho, me perfumei e fui para cama onde lindamente ela dormia... Sua pele estava macia e perfumada, seu corpo semi-nú me convidava para acariciá-lo e sua boca carnuda pedia-me para ser beijada enquanto os bicos dos seus seios estavam salientes, prontos para serem mordiscados...

Ajeitei-me ao seu lado e na tentativa de acordá-la passei a falar coisas picantes ao pé do ouvido enquanto dava beijinhos em seu pescoço... Ao chamá-la de minha doce safadinha ela sorriu, deixando bem claro que não só estava acordada como também pronta para o amor.

Começamos a nos beijar e menos de 2 minutos depois, já estávamos totalmente nus.

Ao sentir a delicada pele dos seus seios tocando o meu tórax, fui ao delírio e como um lobo faminto quis penetrá-la; porém, ela resistiu e disse para eu ter calma, pois queira ser degustada lentamente.

Então, voltei para o ponto de partida e depois de um longo beijo passei a explorar lentamente aquele delicioso corpo que é só meu... Beijei o canto de sua boca e sugando seus lábios segui em direção ao seu pescoço, onde a deixei completamente arrepiada após dar suaves mordiscadas.

Continuei a minha viagem e ao tocar o bico dos seus seios, ela delirou e deixou escapar um delicioso gemido... Abusei e, enquanto sentia a pele macia de seu bico em minha boca levei uma de minhas mãos até o outro e passei a massageá-lo.

Ela se contorceu... Gemeu e disse que daquele jeito eu a faria chegar ao orgasmo antes do tempo... Como queria provocá-la dando prazer, continuei a viagem e só parei ao sentir suas pernas se abrirem dando-me espaço para degustar daquele seu sexo rosado, todo molhado e pulsante.

Delicadamente deslizei a minha língua por toda parte e sem deixar nenhum cantinho sem ser tocado, a levei ao delírio quando, maliciosamente, olhando em seus olhos, a penetrei gostoso.

Percebendo sua excitação parei com os movimentos e sorrindo, pedi para que ela virasse de costas... A sensação prazerosa de vê-la de quatro me causou uma excitação ainda maior e não resisti em apenas olhar... Quis tocá-la, beija-la e mordiscar aquelas polpinhas que tanto me dão prazer. Seu olhar de mulher maliciosa por cima dos ombros me deixaram ainda mais tarado e como o tesão já era intenso, segurei em seus cabelos e a penetrei profundamente...

A provoquei gostoso com estocadas ferozes e fui surpreendido com seus com movimentos audaciosos que me fizeram enlouquecer... Rebolando gostoso e fazendo um vai e vem maravilhoso enquanto eu sussurrava palavras picantes em seu ouvido, ela, totalmente dominada pelo tesão e atendendo a sua excitação fez gostoso e se contorcendo de prazer, atingiu o clímax pela primeira vez.

Como fêmea faminta ela queria mais, e com o olhar cheio de malicia me pediu para levá-lo em sua boca, pois agora, ela queria me chupar...

Ao ouvir tais palavras levantei-me da cama, apliquei um rápido banho e voltei com ele ereto, perfumado e todo tarado, oferecendo-o em sua boca e fazendo com que ela o engolisse gostoso.

Enquanto ela deslizava sua língua quente por toda a extensão, passei a tocá-la e sentindo sua alta lubrificação, me ajeitei na cama e, em posição propícia trocamos carinhos, ela me sugando gostoso, engolindo-o todo e deslizando sua língua desde a glande até as bolas... Dando-me tesão e causando uma maior excitação em seus lábios vaginais...

Fui ao delírio vendo-a se tocar com uma das mãos enquanto a outra segurava o meu membro em sua boca... Não resisti e a penetrei com os dedos.

E sentindo seu novo e maravilhoso orgasmo, delirei e jorrei gostoso... Explodindo o meu gozo em sua boca, espirrando em seus seios e lambuzando toda sua cara.

Saciados pelo desejo, tomamos um banho e caímos na cama, adormecendo gostoso um encaixado no outro.

 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 08h33 PM
[ ]





Era sábado á noite e eu, estava especialmente excitada... Vesti-me com o lingerie predileto dele, uma camisola que justa ao corpo revelavam uma calcinha fio dental, que deixava-me ainda mais sensual.

Ele estava na sala esperando a pizza chegar e eu, mal podia esperar para ficar a sós com ele. Ao ouvir a campainha tocando e depois a porta se fechando, pedi para que ele viesse ao quarto, pois precisava de sua ajuda. Ele disse que a pizza iria esfriar, então respondi dizendo que não demoraria...

Ao entrar no quarto e acender a luz, ele não me encontrou e me chamou, respondi dizendo que estava atrás dele... Ele se virou e me encontrou, ali... Totalmente sua.

Ele me olhou, pediu para eu dar uma volta e só conseguiu dizer que eu estava linda antes de começarmos a nos beijar loucamente.

Nossos corpos grudaram um no noutro e por instantes parecíamos ser apenas um... Sua língua invadia maliciosamente a minha boca e seu corpo já exalava um delicioso aroma de tesão e prazer.

Lentamente fui retirando as nossas roupas, ora tirando uma peça do corpo dele, ora tirando uma do meu corpo...

Delirava a cada palavra picante que ele sussurrava em meu ouvido e, a cada gesto... A cada toque... Sentia um calor invadir o meu corpo e queimar a minha pele.

Ele carinhosamente me tocava, deslizando uma de suas mãos em meu pescoço afagando os meus cabelos e a outra, deslizava lentamente em meu corpo, ora, apertando os meus mamilos, ora deslizando seus dedos entre minhas pernas.

Como quem segura um cristal valioso, ele acariciou os meus seios e começou a beijar os meus mamilos que estavam salientes, deixando-me completamente molhada...

Sentindo que eu estava lambuzada pelo liquido do prazer, ele me deitou na cama e, ao ouvir os meus gemidos, passou a deslizar sua língua em meu ventre até tocar a minha virilha.

Carinhosamente ele afastou as minhas pernas e passou a, beijar... Acariciar...  Lamber...  E a penetrar a sua língua deliciosa no meu sexo... Saboreando cada detalhe com satisfação e vontade, dando-me muito prazer.

Meu corpo ardia de desejo e, estava quase gozando, quando implorei para ser penetrada,

Ele se levantou, se ajeitou na cama e pediu para eu sentar em seu colo.

Cheia de vontade, sentei e abracei com minhas pernas o seu corpo... E num cavalgar gostoso,  esfreguei-me contra o seu corpo, provocando um entre e sai maravilhoso que me levou ao clímax e fez com eu liberasse o meu prazer em seu membro latejante.

Vendo-o todo tarado e com o membro excitado, ajoelhei-me sobre ele e passei a beijar ferozmente a sua boca, sugando seus lábios e sentindo sua língua invadir a minha boca.

Com a boca faminta e a língua tarada, mordisquei a sua orelha... Desci pelo pescoço... beijei o seu tórax... Acariciei o seu peito e segui em direção ao seu membro duro, grosso, latejante e lambuzado...

Olhando em seus olhos lambi delicadamente aquela cabecinha gostosa e delirei com sua reação... Aos poucos fui gulosamente devorando aquele membro.

A cada gemido que saia de sua boca, ficava ainda mais excitada e uma vontade louca de sentir o seu liquido do prazer jorrar sobre mim, tomava conta dos meus atos e pensamentos.

Já não conseguia controlar os meus movimentos e então, fiz dele o meu prazer. Levando-o ao delírio toda vez que o engolia por inteiro... Estávamos quase gozando quando me levantei, fiquei e quatro e disse: Vem que sou sua, vem penetrar esse seu membro delicioso dentro de mim!

Prontamente ele atendeu e com todo tesão do mundo me penetrou profundamente... Entre movimentos ousados e palavras picantes, liberei o meu gozo; ele vendo a minha realização de tê-lo dentro de mim, jorrou gostoso... Espirrando todo o seu gozo e me lambuzando com o seu prazer.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h38 PM
[ ]





Estávamos deitados em nossa cama assistindo televisão, lá fora, raios e trovões anunciavam uma tempestade, quando de repente a luz acabou e, sem termos o que fazer, acendemos uma vela e ficamos conversando.

Aos poucos senti sua mão tocar a minha pele e um arrepio intenso invadir o meu corpo, arrepiando-me por inteira. No inicio pensei que fosse somente carícias, mas, ao sentir desliza-la entre minhas pernas e acariciar o meu sexo, notei que a sua intenção era outra... Retribuí os carinhos e passamos a nos beijar ardentemente.

Com o silêncio, as batidas dos nossos corações tornaram-se musicas e as velas acesas deram um clima romântico e acolhedor.

A cada beijo ousado, uma peça de roupa caia no chão e com os corpos nus e colados, começamos a dançar... A musica? Era imaginária, afinal, quem precisa de musica para dançar...

Após um tempo dançando, ele se abaixou e começou a tocar o meu sexo com a sua língua, arrancando de mim doces gemidos. Estava excitada e aproveitei para desfrutar de cada gesto seu...

O toque macio da sua língua com o delicioso entre e sai dos seus dedos me levaram a loucura, quase me fazendo gozar... Respirei fundo, nos beijamos e ele me pediu para ir cavalgar em seu membro.

Ainda tarada e toda molhada, prontamente atendi, sentando gostoso e sentindo-o todo dentro de mim.

Suas mãos tocaram o meu bumbum, causando-me uma excitação ainda maior e, tocando os meus seios em rosto, delirei sentindo sua boca mordiscar os meus mamilos.

Lambuzei-o, deixando escorrer todo o meu prazer em seu membro gostoso.

A fim de provocá-lo, puxei-o para a beirada da cama, me ajoelhei no chão e comecei a chupá-lo gostoso... Como sei que ele adora me ver engolindo o seu membro, aproximei-me da vela e pedi para que ele olhasse em meu rosto.

Sentir o meu gosto naquele membro grosso me deixou ainda mais molhada e, novamente excitada, passei a me tocar enquanto o chupava...

Chamando-me de sua safadinha ele pediu para eu molhar o meu dedo no meu sexo e levar a sua boca... Prontamente atendi, mas por diversas vezes o provoquei, parando na metade do caminho, colocando em minha boca e degustando o meu prazer...

Com uma de minhas mãos apertei-o com firmeza e, segurando na base, passei a devorar aquele membro com maior agilidade, alternando movimentos rápidos e intensos com chupadas suaves e delicadas.

Ao passar a minha língua pelas as suas bolas, senti o seu corpo tremer e o seu membro inflar, anunciando que o gozo viria antes da luz chegar...

Então, passei a gemer junto com ele e, para nossa surpresa, quando ele iria começar a jorrar gostoso no meu rosto a luz acendeu...

Olhamos um para o outro e sorrindo, senti o seu gozo espirrar gostoso, lambuzando a minha cara, enchendo a minha boca e escorrer até os meus seios.

Fiquei assim, com a cara lambuzada, olhando em seus olhos e brincando com o seu membro, empurrando para dentro da minha boca o leite que caiu para fora...

Aproveitamos que a energia havia voltado, tomamos um banho e voltamos para cama terminar de assistir o filme que estávamos assistindo antes de acabar a força.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 08h18 PM
[ ]





Já passava da meia noite quando desliguei o computador. O calor havia deixado o meu corpo todo suado e então, resolvi tomar um banho para me refrescar. Estava me deliciando com as espumas quando, sem fazer barulho, ele chegou por trás e começou a me acariciar, tocando gostoso nos meus seios e mordiscando o meu pescoço.

Ao sentir o toque gelado das suas mãos na minha pele, fiquei excitada e não pensei duas vezes antes de puxá-lo, com roupa e tudo para debaixo do chuveiro.

Beijamos-nos loucamente enquanto suas roupas ficavam completamente encharcadas pela água. Para poupar que ele ficasse resfriado (...rs) comecei a despi-lo e, a cada peça de roupa tirada, um arrepio delicioso invadia o meu corpo.

Ambos nus passamos a ensaboar um ao outro sem poupar nenhuma parte e tão pouco caricias... Não demorou muito para eu sentir sua língua sugando os meus seios e mordiscar os mamilos. Comecei a gemer e ele todo tarado, passou a deslizar sua boca por todo o meu ventre, até tocar a minha virilha.

Então, prontamente ele me puxou contra o seu corpo, me sentou na quina da banheira que estava vazia e passou a saborear o meu sexo... Sentir sua língua passeando por toda a região, ora me penetrando, ora deslizando lentamente cada ponto erógeno me deixou ainda mais excitada, mas antes de ter um orgasmo profundo, respirei fundo, me toquei e, com a mão toda lambuzada, deslizei em seu membro.

Neste instante pude ouvir um delicioso gemido de sua boca me chamando de sua safadinha...

Vendo-o todo tarado e com o membro latejante, passei a degustá-lo, deslizando a minha língua por toda extensão... Na glande, deslizava calmamente com uma suave pressão, mas vendo a sua excitação, engolia-o e aumentava a pressão.

A fim de provocá-lo, olhando em seus olhos, passei a me tocar e com a outra mão apertar o seu membro... E então deslizei a minha língua em suas bolas, o que originou uma respiração profunda e um gemido maravilhoso.

Fiquei ali, num vai e vem gostoso; chupando o seu membro e o deixando ainda mais com tesão.

Ele tremia, gemia e me chamava de sua safadinha...  Quando percebi seu membro latejar e um jarro delicioso explodir em minha cara; inundando a minha boca e escorrer em meus seios.

Passei a brincar com seu gozo e, ainda tarada, comecei a levar minha mão lambuzada até o meu sexo... Deixando-o assim, morrendo de tesão novamente.

E, com o membro ereto ele passou a me tocar, ora penetrando-o em meu sexo, ora levando-o em minha boca.

Estava excitava, pois ainda não havia chegado ao clímax, então, me virei e fiquei de quatro.

Entendendo a minha intenção, ele sorriu... Me mordiscou, deslizou a sua língua e perguntando “É toda minha?”  carinhosamente me penetrou...

Confesso que estava toda tarada e quase não resisti à penetração, mas respirei fundo e passei a saborear cada vai e vem gostoso daquele membro grosso dentro de mim.

Gemi... Rebolei... Tremi e Gozei! Liberando assim todo o prazer que por ele sentia e, para a minha alegria, logo após o auge da minha excitação, senti o seu membro novamente jorrar... Agora, lambuzando toda a minha bundinha e escorrer lentamente em meu sexo.

Saciados, nos beijamos, tomamos um banho e deitamos colados na cama. Tivemos um sono profundo e relaxante, que, ao acordar, preferimos “relembrar” a noite anterior antes de levantar.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 08h59 PM
[ ]





           

Já passavam das dez horas da noite quando a campainha tocou... Meio que assustada atendi e vi uma senhora com um ramalhete de flores e uma caixa muito bem embrulhada. Abri a janela e perguntei o que desejava, ela me chamou pelo nome e disse que tinha uma encomenda do meu marido para mim... Desconfiada olhei para ele e perguntei do que se tratava; ele simplesmente sorriu e disse para eu ir buscar o que era meu. Recebi os presentes e entrei. Dei um beijo em sua boca agradecendo pelas flores e em seguida abri aquela caixa maravilhosamente embrulhada.

Fiquei encantada com o lindo lingerie que estava dentro dela. Continuei a retirar os papeis e mais abaixo encontrei uma caixa de bombons de cereja, uma garrafa de champanhe e, logo depois uma minúscula caixinha com um par de algemas e uma venda para os olhos.

Olhei para ele e sorri... Pedi para que abrisse a champanhe enquanto eu iria tomar um banho para pode usar o lingerie que ele havia me presenteado.

Quando voltei para o quarto ele já estava a minha espera e, em silencio veio e me tapou os olhos. Confesso que a sensação do desconhecido causou-me certa excitação e comecei a respirar fundo... Ele percebendo, me tranqüilizou, deu a champanhe para eu degustar e colocou uma musica de fundo.

Já imaginava o que iria acontecer, mas, ele foi cuidadoso e lentamente me puxou para dançar... E com os olhos vendados, tive que seguir os seus passos, saboreando seus dedos molhados no champanhe.

Os movimentos sensuais, a roupa delicadamente tocando em meu corpo ao som de uma musica suave e aquele clima de romance e mistério no ar, me deixou completamente excitada e para provocá-lo, disse o quanto estava molhada.

Ele afastou suas mãos e disse para eu ficar quieta, não falar nada e só gemer se tivesse vontade... Não sabia o que iria acontecer e me arrepiei por inteira quando senti uma gota de gelo pingar nos meus seios, deixando-os enrijecidos.

Suspirei forte ao sentir mais uma vez, várias gotas caindo em meus mamilos...  Ele vendo a minha excitação passou a secá-los com sua língua quente e macia. A cada toque deixava sair um suspiro mais forte e com a respiração ofegante pedi para ele deixar eu toca-lo...

Novamente ele negou e com as mãos deslizando em todo o meu corpo, passou a massagear o sexo, deixando-me ainda mais tarada. Percebendo que eu não resistiria, ele retirou a minúscula peça que cobria o meu corpo, me deu beijo e me deitou na cama...

Logo em seguida percebi que suas mãos tocaram as minhas e senti o gelo das algemas abraçando os meus pulsos e, num movimento delicado ele prendeu-me na cama, provocando-me um prazer inigualável.

Toda tarada, fiquei ali... Completamente presa imaginando o que iria acontecer.

E nesse clima de magia e mistério senti sua boca tocar a minha e sua mão percorrer o meu corpo. Tendo a certeza do prazer que estava me dando, ele seguiu beijando o meu queixo, os meus seios... Contornou o meu ventre com a ponta da língua gelada pelo champanhe e só parou quando tocou delicadamente a minha virilha.

      (Por causa do espaço esse texto continua no post abaixo...)



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 07h42 PM
[ ]





               

Fiquei extasiada e comecei a gemer mais alto...

Lentamente ele abriu-me as pernas e com os dedos acariciou o meu sexo que estava lambuzado e todo tarado.

Pedi para ele me degustar e pela primeira vez fui atendida. Senti sua língua deslizando por toda a região, ora sugando-me bem devagarzinho, ora penetrando com delicadeza. Não resisti e em sua boca delirei...

Não saciado ele continuou a me tocar, agora deslizando o seu membro completamente endurecido por toda parte. Ele foi subindo devagar e o trouxe em minha boca para que eu pudesse devorá-lo.

Sem poder tocá-lo com minhas mãos e só imaginando a situação, chupei-o gostoso, deslizando a minha língua em toda extensão e abocanhando com gosto.

De repente ele saiu... Fiquei ansiosa, pois, não sabia o que viria. Foi quando mais uma vez senti sua língua tocando o meu sexo... Só que dessa vez, chegando até minha bundinha.

Sem saber o que fazer eu apenas senti, delirei, tremi... E ele ali, massageando-me deliciosamente com sua língua... De repente senti o seu membro me penetrar...

Bombeando gostoso aquele pau grosso dentro de mim ele alternava movimentos ferozes e socadas delicadas, deixando-me completamente tarada; Não resisti... Comecei a gemer e me contorci e mais uma vez tive um delicioso duplo orgasmo.

Vendo a minha excitação ele soltou as algemas, me colocou de quatro e me pegou gostoso... Penetrando o seu membro todo dentro de mim.

Sua excitação já estava no limite e não mais resistindo, senti seu membro jorrar... Lambuzando as minhas costas e minha bundinha, deixando escorrer seu leitinho quente por toda região.

Flutuando, caímos na cama e dormimos até amanhecer!

 

                      



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 07h41 PM
[ ]





        

Acordei excitado, olhei ao lado e ela estava ali, lindamente dormindo, toda nua... Toda minha!

Não resisti e passei a tocar a sua pele levemente com as pontas dos dedos, ela nem se mexia; pensei em aumentar a pressão dos dedos, mas não tive coragem, afinal, a noite anterior havia sido maravilhosa...

Levantei, tomei um banho e fui fazer o café.

Preparei uma bandeja especial, com direito a tudo que ela gosta. Ao entrar no quarto, a vi mais linda do que havia deixado e sentindo o seu delicioso aroma de mulher felina, passei a acariciá-la novamente...

Afaguei os seus cabelos, deslizei minhas mãos em seu pescoço e percorri toda a sua costa até chegar em seu bumbum, onde, dei uma atenção especial não somente com minhas mãos, mas também com minha boca e meus beijos.

Nesse instante ouvi um doce gemido juntamente com um suave bom dia sair de sua boca e um arrepio caloroso tomar conta da sua pele...

Olhei em seus olhos, retribui o bom dia e disse o quanto estava linda... Ela sorriu e pediu para eu continuar as caricias.

E sabendo que estava acordada, passei a ousar mais e, enquanto meus lábios tocavam a sua pele, minhas mãos passeavam entre suas pernas em busca do seu sexo.

Quando consegui toca-lo com meus dedos, ela se contorceu e num movimento inesperado, virou de tal forma que minhas mãos ficaram presas entre suas pernas, facilitando assim uma penetração... A senti toda molhada e, faminto, passei a degustar desse sabor maravilhoso que escorria do seu intimo...

Deslizei minha língua por toda região... Ora a lambendo, ora massageando-a gostoso. E assim a fiz delirar, gemer, tremer e logo cedo gozar... Deixando escorrer em minha boca o delicioso sabor do café da manhã.

Mas ela não se contentou e passou a me beijar gostoso, sugando a minha língua e mordiscando os meus lábios.

Estava tarado e o calor dos seus beijos com o apertão gostoso de suas mãos, me proporcionaram uma maior ereção...

Com o olhar maroto ela sorriu e com seu jeito de safada passou a se deliciar em meu membro. Chupando-o gostoso me levando ao delírio, quase me fazendo jorrar...

Estava excitado e queria gozar, então pedi a ela para se ajeitar, pois iria em seu sexo penetrar... Ela se levantou, puxou uma cadeira que estava ao lado, sentou em meu colo e me beijou gostoso.

Sorrindo, pediu para que eu me sentasse na cadeira e, olhando maliciosamente em meus olhos, veio em mim cavalgar...

Seus movimentos sensuais, seus seios próximos a minha boca e seus gemidos contagiantes me fizeram delirar...

Quando estava próximo do gozo, ela se levantou, se tocou e novamente em meu membro sentou só que dessa vez, dando-me as costas...

Não agüentei, olhei no espelho, peguei em seus seios e vendo aquele entre e sai gostoso liberei ali todo o meu gozo, lambuzando-a por inteira... Saciando a minha fome!

E assim foi o nosso despertar... Nos beijamos, tomamos um banho e degustamos o delicioso café da manhã que eu havia preparado.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h44 PM
[ ]





          

Era final de tarde e, após passarmos o dia juntos, provocando e insinuando um para o outro começamos a nos beijar... O beijo veio seguido de toques ousados e palavras picantes.

Minha boca estava faminta e sentir o calor de sua língua me sugando fez me arrepiar por inteira, fazendo com que o meu corpo aclamasse o seu corpo e minha pele desejasse a sua.

Suas mãos percorreram o meu pescoço em busca dos meus cabelos, causando-me uma sensação prazerosa e com movimentos lentos, começou a escorregar seus dedos em minhas costas, cintura até tocar maliciosamente em meu quadril nesse instante nossos corpos se enroscaram e minhas pernas entrelaçaram as dele...

Entreguei-me de corpo e alma ao êxtase do momento e deixei-me levar pelas palavras ousadas que saiam de sua boca, ora me chamando de sua safadinha, ora me dizendo o que queria...

Sentindo o volume enorme por dentro da cueca, apertei-o com minha mão e num movimento ousado me virei de costas, provocando assim que seu membro rígido tocasse a minha bundinha. Curvei-me para frente, mas um leve puxão em meus cabelos fez-me virar a cabeça e o beijar ferozmente.

Estávamos alucinados de tesão e quando me preparava para o primeiro orgasmo, ouvimos a campainha do telefone tocar... A principio resisti em não atender a ligação, mas como estávamos esperando uma “boa” noticia, voltei atrás e contendo a excitação, sugeri que ele atendesse.

Com raiva no olhar, mas, com esperança no coração ele atendeu e para a nossa felicidade ser completa a noticia esperada aconteceu... Passado o mal estar pela interrupção e a alegria pela noticia, nos recompomos e, em ritmo de comemoração, recomeçamos os beijos e as carícias.

O tesão que já era intenso reacendeu ainda maior e pude sentir juntamente com o bambear das minhas pernas, um calor subir no meu ventre e percorrer minha espinha, multiplicando a minha libido.

Senti novamente suas mãos percorrer o meu corpo só que dessa vez retirando minhas roupas, deixando-me completamente nua. Aos poucos o despi também e ficamos assim abraçados, nos tocando e nos beijando por um tempo.

A excitação, o clima e o desejo fizeram com que eu ficasse toda molhada e ao sentir seu dedo tocar entre minhas pernas delirei e comecei a gemer... Meu corpo se contorcia a cada toque de sua boca faminta no meu corpo, ora beijando-me os seios, ora mordiscando os mamilos... Entre beijos, lambidas, sugadas e mordidas tive o meu primeiro orgasmo, lambuzando assim sua mão.

 Ainda não saciada pedi para que tocasse sua língua no meu sexo, pois, queria sentir o meu gosto nos seus lábios.

Carinhosamente ele me deitou na cama, beijou-me a boca, desceu nos meus seios e percorrendo o meu corpo, seguiu com os beijos até tocar a minha virilha... Beijando-me ele abriu minhas pernas, afastando-as com delicadeza e percorreu o seu rosto até tocar sua boca no meu sexo úmido e lambuzado...

Delirei ao sentir sua língua quente no meu sexo úmido que, com maestria passeava por toda parte, ora sugando os meus lábios vaginais, ora penetrando-me deliciosamente.

Não resisti e mais vez, entreguei-me ao prazer e relaxei... Liberando em sua boca todo o meu prazer e excitação.

Em seus olhos, pude notar o quanto me desejava e então, passei a dar uma atenção especial ao seu membro, ora deslizando minhas mãos, ora abocanhando-o por inteiro.

Todo tarado e sabendo que não resisto ao ser pega por trás, ele me colocou de quatro e num movimento ousado, penetrou-me ferozmente, bombeando o seu membro latejante dentro de mim.

Percebi que seu gozo não demoraria para acontecer e então, passei a gemer, a delirar e a rebolar gostoso, sentindo aquele membro todo invadindo o meu corpo... E querendo mais, levei minhas mãos ao meu sexo, deslizando-as gostoso e por diversas vezes tocando em suas bolas, causando assim, uma maior excitação.

Vendo que o seu gozo se aproximava e querendo o satisfazer, pedi para lambuzar minha boca...

Gemendo gostoso ele veio em minha direção deu-me um beijo, mordiscou os meus lábios e ajeitou a minha cabeça... Coloquei a língua para fora e fiquei a espera do seu gozo... O que não demorou a acontecer. Saciada, saboreei e me deliciei com o seu caldinho... Brincando com o que caíra para fora, esfregando-o por todo o meu rosto.

Caímos abraçados e com os corpos suados, adormecemos gostoso.

     



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h12 PM
[ ]