~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Nosso Perfil. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.
BLOG "ANJO SENSUAL"
Conteúdo Voltado Somente ao Público Adulto: "Contos, Textos, Imagem, Atualidades, Dicas de Saúde Sexual, Informações, Dicas e Links Variados".

"..ATENÇÃO..:
»PRIVAMOS PELO RESPEITO E PELO DIREITO AUTORAL!
»A maioria dos nossos textos são de autoria própria, portanto, quando não somos os autores, damos os devidos créditos e quando copiamos algo de outro Site ou Blog identificamos o mesmo!"
»Se você deseja copiar algo, avise-nos e lembre-se de respeitar a autoria!"

"OS CONTOS SÃO MERAMENTE NARRATIVOS!"
»" CASAL ANJO SENSUAL "«





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Tempo. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.







»Confira Nosso Arquivo«

-»Contos e Dicas by AnjoSensual
-»Contos Anteriores



»Passeio Virtual«

- "Cláudia Pit"
- "A arte de Fazer Bem Feito"
- "A menina atras da Janela"
- "Cantinho Sensual da Lali"
- "Dicas by Anjo Sensual"
- "Vanessa Oliveira"
- "ErotiCidades"
- "Nelma Penteado"
- "Sensualidade e Atualidade"
- "Sexy HelpDesk"
- "Visão Masculina"



»Indique o Blog«




~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Fetiche e Fantasias. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.


...Sex Shop...
»Amor e Paixão«

...Sex Shop...
»Clique SexShop«

...Sex Shop...
»Darme Sex«

...Sex Shop...
»Desfrutando Sexshop«

...Sex Shop...
»Loja do Prazer«



~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Sites Liberais. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Aprovados. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.









~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Visitas. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.












O final de semana tinha tudo para ser especial, e foi... Afinal, estávamos completando mais um ano de casados. Juntos, planejamos o local, as músicas, a bebida e todos os detalhes que sempre apimentam uma relação, porém, combinamos que cada um faria algo em segredo, que seria desvendando somente na hora... Tudo pronto, seguimos rumo ao prazer!

Chegando ao local escolhido, adentramos e olhando um nos olhos do outro, ficamos ali parados, como dois adolescentes, meio que sem jeito e sem saber o que fazer e por onde começar.

Tomei a frente e pedi a ele que providenciasse as bebida, enquanto eu escolheria uma musica dançante, pois, sei que ele gosta de me ver dançar.

Já com a bebida na mão, ele se aproximou, molhou sua língua no vinho e veio me beijar... Retribui o beijo como se quisesse devorá-lo, suguei sua língua, deslizei a minha e deixei-a tocar no céu de sua boca, provocando assim arrepios em seu corpo.

Pedi para ele sentar e se ajeitar de uma maneira que ficasse confortável, pois, iria dançar... Ele me atendeu e tomando seu vinho se ajeitou sobre a cama e passou a acompanhar cada movimento meu, deixando transparecer em seus olhos, o desejo de me ter em seus braços.

Por diversas vezes o provoquei, colocando minha mão sobre a roupa e tocando delicadamente o meu sexo, retirando-a em seguida e deixando-o ver como eu estava molhada.

Vi em seu olhar o quanto ele estava tarado e fixando os olhos sobre sua calça pude perceber que seu membro estava grosso e latejante... Então, cheia de malicia, fui para trás de um biombo e comecei a retirar a minha roupa... Ele protestou... Mas fiz que não escutei e dançando, fiquei totalmente nua.

Ainda atrás do biombo, passei a me tocar... Percorri minhas mãos pelo pescoço, desci nos meus seios, apertei e puxei os meus mamilos e o levei a loucura ao deslizar minha língua em toda volta...

Ele mais uma vez protestou e me pediu para vir pra frente, pois, queria me ver bem de perto... Perguntei se ele ainda estava de roupa e ao ouvir sua resposta negativa, sugeri que, se ele estivesse gostando que começasse a se tocar...

Ele disse que só faria isso se eu fosse para frente do biombo, pois, não queria perder o espetáculo e além do mais, queria me dar um presente.

Não entendi, mas atendendo a seu pedido, fui para frente e olhando em seus olhos e louca de desejo, continuei a dançar... Ele me interrompeu com um beijo e pediu para eu fechar os olhos... Quase não acreditei quando senti algo tocando no meu sexo que não era o seu membro... Não era a sua mão... Não era a sua língua... E desconfiada, perguntei se podia abrir os olhos.

Ele disse que sim e entregou em minhas mãos um “brinquedinho” todo lambuzado... Eu sorri e olhando em seus olhos perguntei o que ele queria com aquilo. Ele foi categórico ao dizer que queria me ver gozar...

Perguntei se ele participaria, mas ele me disse que não, pois preferia ficar me observando.

Cheia de malícia, olhei em seus olhos e passei a deslizar a minha língua em volta daquele brinquedinho... Esfreguei-o entre os seios e voltei a chupá-lo... Deslizei-o entre minhas pernas e todo lambuzado, tornei-o a chupá-lo... Simulei uma penetração e ao vê-lo se masturbando não resisti e o coloquei-o dentro de mim...

Estava louca de tesão e com uma das mãos segurava aquele brinquedinho num vai e vem profundo e com a outra, passei a me tocar... Não resisti e atendendo aos seus pedidos, me fiz gozar...

Vendo o seu olhar faminto o provoquei chupando o brinquedinho e saboreando o meu gozo.

Ele gemeu e disse que era covardia, e então, me pediu para cavalgar em seu membro... Coloquei o brinquedinho de lado, o deitei na cama e me ajeitei sobre ele, deixando com que os meus seios ficassem pendurados sobre sua boca.

Sentindo sua língua mordiscar um dos meus mamilos e com movimentos de vai e vem, fiz com gosto...  Cavalguei... Gemi e sentei gostoso... E, sentindo seu membro latejante, grosso, duro e tarado dentro de mim, novamente liberei o meu gozo... Ele também estava tarado e ao sentir o seu membro se lambuzar, não resistiu e explodiu, gemeu e jorrou seu gozo dentro de mim...

Com a imaginação a mil e ainda não saciados por completo, fomos tomar um banho para nos recompor e continuar a brincadeira...

 

 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h42 PM
[ ]





Em busca de novas sensações e renovação de energias, fomos passar o final de semana num hotel fazenda. O local além de ser lindo e acolhedor, tinha o cenário perfeito para vivermos boas e deliciosas aventuras.

Chegamos ao hotel, no sábado pela manha e combinamos que já faríamos algo de especial... Já instalados no chalé, comecei a provocá-lo com palavras, gestos e carinhos. Mas não o deixei tocar em mim e, sugeri que fossemos dar uma volta.

O local é encantador e bem apropriado para casais, com piscinas aquecidas, quadras e, uma área para se fazer caminhada ladeada de flores e peixes ornamentais. O clima estava perfeito, durante o dia um calor aconchegante e a noite, a leve brisa batendo em nossos rostos tornava a noite ainda mais romântica.Durante a caminhada, confesso que cheguei a pensar inúmeras fantasias, mas ao ouvir que faríamos um almoço executivo onde, eu seria o prato principal e a sobremesa, me enchi de tesão... Louco de desejo, ele propôs que voltássemos para o chalé... É claro que eu aceitei no mesmo instante.

Mal chegamos, fui direto ao banheiro preparar a banheira e retornei ao quarto, para tirar a minha roupa... Toda nua, olhei em seus olhos, dei-lhe um beijo ardente e sugeri que ele ficasse me assistindo tomar um banho delicioso de espumas.

Em cada gesto meu, notava a reação do seu membro sob a cueca e ousava ainda mais...

Comecei tocando minhas mãos por todo meu corpo... Fiquei em pé, dentro da banheira, e continuei descendo... Sempre olhando em seus olhos, acariciei os meus seios cobrindo-os com espumas... Lentamente percorri minhas mãos em minha barriga, toquei minha virilha e, abaixei-me sensualmente, de tal forma que pudesse tocar os meus pés e pernas, e ficar com meu bumbum do jeitinho que ele gosta...

Virei-me de costas e, com as mãos repletas de espuma, comecei a acariciar meu bumbum e minhas costas... Nesse instante ouvi um delicioso gemido, mas resisti e não quis olhar para trás.

Tomava meu banho prazerosamente e, para minha alegria e satisfação, ao virar novamente de frente, percebi que ele estava totalmente nu e, enquanto me olhava, tocava o seu membro, massageando-o e deixando-o completamente duro e excitado... Ele pediu para deixá-lo entrar na banheira, mas disse que não, pois o queria na cama.

Então, já toda excitada, eu abri o chuveiro e deixei com que ele simplesmente deslizasse sua mão em mim para retirar toda a espuma... Voltamos para o quarto e toda molhada sentei-o na cama e deslizei os meus seios em seu membro, tocando a glande com minha língua, deixando-o ainda mais tarado.... Ousada mente, eu comecei a chupá-lo gostoso, ora deslizando suavemente a minha boca em toda a extensão, ora engolindo-o por inteiro... Só então eu levantei e sentei em seu colo, sentindo aquele membro duro invadir minha gruta até no fundo, dando-me prazer... 

Toda tarada e bem molhada, deixei com que ele “realizasse” todas as suas taras e fantasias, penetrando-me de diversas formas e posições... Minha excitação era tanta que, ao trocarmos um delicioso sexo oral, não resisti e gozei em sua boca...

Ele então se levantou, deu-me um beijo molhado e, num vai e vem gostoso, penetrou-me por inteira, fazendo-me gozar mais uma vez. E já não resistindo de tesão e, vendo-me saciada, retirou o seu membro de dentro de mim e o aproximou do meu rosto, não me contive e novamente comecei a chupá-lo. Lambia, mordia, beijava, apertava, sugava e chupava e, em uma dessas devoradas gostosas, pude sentir o seu gozo espirrando em minha cara, lambuzando dentro e fora da minha boca... Saciados de prazer e, mortos de fome, nos recompomos, tomamos um banho e saímos para almoçar...

 

                    



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h17 PM
[ ]





Para Você,

Minha Amiga, Esposa e Razão do Meu Viver...

Nesse dia especial, quero desejar-te muitas Felicidades! 

Minha vida, esse texto eu dedico exclusivamente a você, afinal, hoje é o seu aniversário!

 

Êxtase... 

Quando os meus lábios tocarem tua pele

e minhas mãos percorrerem todo teu corpo.
Mergulharei nos mais profundos desejos de tua alma

e sentirás dentro de ti todo o meu amor.

Seremos neste momento uma só pessoa.


Tu verás que todas as nossas fantasias ganharão asas e
nos conduzirão a um universo só nosso,
e como cometas em rota de colisão,

Encontraremos-nos extasiados pelo prazer.


Neste instante o silêncio,
Por frações de segundos, será absoluto,
sendo apenas vencido por gemidos e palavras sussurradas docemente.


E nossos corpos, como nascentes de rios, embargados em suor
deslizarão mansamente sobre lençóis
em movimentos de carícias e cumplicidade.


Então te beijarei com toda intensidade de meu ser
E olhando dentro de teus olhos, te direi:

“Eu Te Amo” Minha eterna razão de viver.

(adaptado por mim: Paulo)

Amor...

Parabéns, pelo seu aniversário!!!

Que essa data possa lhe trazer muitas alegrias e grandes realizações

Eu Te Amo

Beijos

Do seu Marido



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h01 PM
[ ]





A melhor coisa que tem é ficar te observando... Amo admirar sua beleza e sua sensualidade, seu corpo e tua alma, sua alegria e teu sorriso. Mas quando sinto o delicioso cheiro da tua pele, aí não tem jeito, pois eu enlouqueço.

Essa noite foi assim... Eu acabei perdendo o sono e liguei a televisão do quarto e, a meia luz, passei horas te olhando e sentindo o seu perfume.

O teu cheiro invadiu-me por inteiro, tomando conta da minha alma e fazendo com que eu sentisse o meu membro reagir e se manifestar. Confesso que não tinha idéia de te acordar, mas estava torcendo para que isso acontecesse e como não poderia ser diferente, não resisti e acabei te tocando.

Você se assustou, mas ao perceber a minha ereção, deslizou suas mãos em meu corpo e esbarrou propositalmente nele, sentindo assim o volume e a rigidez do meu membro.

Meu corpo pedia o seu e minha boca pedia a sua, e então passei a beijá-la loucamente ao mesmo tempo em que pressionava o meu corpo contra o seu.

Lentamente deslizei minhas mãos em teus seios suaves e delicados, aumentando assim, o meu desejo. E, ao sentir tua pele toda arrepiada, vibrei de felicidade.

Você com esse seu jeitinho de garota levada, passou a falar palavras picantes no meu ouvido e a deslizar as suas unhas em minhas costas, provocando assim, deliciosos gemidos em minha boca.

A cada gesto seu, meu corpo vibrava e cheio de tesão passei a beijar todo o seu corpo em busca do teu prazer.

Beijei seu pescoço... Suguei e mordisquei teus seios, mas me saciei no teu sexo, que estava saboroso e todo molhado.

Para aumentar o tesão, enquanto te chupava, penetrei um dos meus dedos e te levei ao delírio com a dobradinha “dedo e língua”. Percebi que você iria gozar, então pedi que viesse cavalgar, pois, amo sentir o seu caldinho escorrer e lambuzar o meu membro.

E nessa mistura de prazer e fantasia, ouvi seus gemidos e consegui sentir toda a sensualidade da mulher que me ama de verdade... E dizendo que és somente minha, liberou o seu gozo.

Fui ao delírio e lentamente, invertemos de posição e, no tradicional papai e mamãe, fui pra cima de você e te penetrei profundamente, proporcionando assim um prazer indiscutível ao socar o meu membro gostoso em seu sexo lambuzado.

Você não resistiu e mais uma vez deixou com que o seu prazer escorresse em mim...

Ao ver no seu o rosto a felicidade de uma mulher satisfeita e realizada, rendi-me ao prazer e jorrando, te entreguei todo o meu gozo... Saciando não o meu, mas o nosso louco desejo.

Num sublime gesto de ternura, te aconcheguei em meus braços e nesse momento mágico e real, onde o que importa é o ato de te amar e te fazer mulher, rendi-me ao sono e com os corpos colados, adormecemos gostoso!



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h57 PM
[ ]





O dia estava chuvoso e sem vontade de sair resolvemos ficar em casa e nos curtir.

Ele estava fazendo um trabalho no computador e eu, sentei-me na cama e comecei a escrever mais um dos meus contos.

Estava no meio do conto e faltava-me inspiração, então, levantei a cabeça e vi que ele me observava... Sem graça, perguntei o que estava pensando; Ele sorriu e disse que adoraria saber em qual parte eu estava...

Respondi que estava sem inspiração para escrever e deixaria para depois, mas ele foi categórico em dizer que não e se levantou, vindo até a mim, dizendo que se o problema era inspiração, ele me daria... Não resisti e disse que adoraria receber sua inspiração.

Levantei-me, puxei-o contra o meu corpo e comecei a beijá-lo, acariciando sua nuca com uma de minhas mãos e com a outra deslizei em suas costas, fazendo com que o toque das minhas unhas o arrepiasse.

Nesse instante, percebi sua respiração ficar ofegante e uma de suas mãos tocar os meus seios enquanto a outra contornava minha barriga e descia em direção a minha virilha... Aos poucos, senti seus dedos deslizando em minha calcinha e esbarrarem no meu sexo, promovendo uma massagem prazerosa.

Passei a gemer e a sussurrar palavras picantes e excitantes, fazendo assim, com que seu membro saltasse para fora e começasse a esbarrar em mim...

Ao senti-lo tão duro, quente e latejante não pensei duas vezes e olhando em seus olhos abaixei-me para beijá-lo.  Não satisfeita e louca de desejo, não fiquei apenas no beijo, tratei logo de devorá-lo por inteiro... Beijei... Suguei... Lambi e devorei-o com vontade e malicia...  Em cada devorada que eu dava, ouvia seus gemidos e me chamando de sua safadinha, me pedia também para te olhar.

Quando percebi que seu gozo logo aconteceria, sentei-me cama e disse que ainda não. Ele sorriu e entendendo o que eu queria, beijou-me nos lábios, deitou-me na cama e lentamente começou a deslizar seu corpo no meu.

Senti sua boca percorrer o meu queixo, mordiscando-o bem de leve... Depois seguiu pelo pescoço... Afagou os meus seios, sugando e mordendo levemente cada um dos meus mamilos... Continuo deslizando sua boca pela barriga e tocou-me entre as pernas, sentindo-a toda molhada...

Fez o mesmo movimento com uma de suas mãos e dizendo que me queria, me levou a loucura quando me penetrou com os dedos ao mesmo tempo em que sua língua me devorava gostoso.

E ficou ali, entrando e saindo bem devagar, me dando prazer e degustando do meu sabor... Ora passeando sua língua por toda parte, ora penetrando-a delicioso. Sentindo a minha excitação, respirei fundo e disse para ele parar, pois ainda era cedo para gozar.

Ele sorriu... Beijou-me com sua boca lambuzada e me pediu para em seu membro cavalgar.

Cheia de malicia respondi que sim, pois queria nele sentar.

Então ele se levantou da cama, se sentou na cadeira que estava ao lado do computador e me chamou para junto dele...

Primeiramente sentei-me de costas e pedi para ele apertar os meus seios enquanto eu acariciava suas bolas e sentia seu membro me invadir profundamente... Logo após, me virei e deixei com que sua boca sugasse os meus seios... E, não resistindo mais ao tesão, me apertei contra o seu corpo e gozei gostoso.

Sentindo o seu membro todo lambuzado, disse que não poderia desperdiçar e me colocando de quatro, começou em minha bundinha esfregar... Desliza, penetra... Entra, sai... Põe e Tira... E fazendo gostoso gemeu, sussurrou delirou e jorrou o seu gozo lambuzando o meu corpo.

Nos beijamos... Deitamos lado a lado e ficamos bem abraçados, conversando sobre a inspiração de terminar o meu conto. 

 

                      



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h54 PM
[ ]





Acordei no meio da madrugada, toda excitada!

Coloquei a mão no meu sexo e senti o quanto ele estava molhado e precisando de um carinho.

Pensei em me tocar, mas queria algo mais e olhando no relógio e vi que passavam das 4 horas da manhã, então não pensei duas antes de acordá-lo... Sem fazer muito barulho comecei a cariciar e a apalpar o seu membro, e logo percebi que ele estava ereto, o que me deixou ainda mais excitada...

Beijando os seus lábios e com a voz rouca, passei a sussurrar em seu ouvido, chamando-o na tentativa de acordá-lo e dizendo que estava com tesão.

Não demorou muito e fui retribuída com um beijo.

Ele abriu os olhos, me chamou de sua safadinha e sorriu, dizendo que estava sonhando comigo. Perguntei o que sonhava e num movimento gostoso, ele veio pra cima de mim e disse que eu cavalgava gostoso.

Nesse instante pude sentir sua pele me tocando, suas mãos me arrepiando e aquele membro deliciosamente safado todo excitado, querendo me penetrar...

Abusei das caricias e como sei que ele gosta, passei a deslizar as minhas mãos pelo meu corpo... Lambuzando o meu dedo e o levando na boca para chupar.

Mais uma vez ele me chamou de safadinha e me pedindo para cavalgar.

Ao ouvir seu pedido, não pude resistir e pulei pra cima dele... Comecei mordiscando o seu pescoço... Segui em direção ao seu tórax... E deslizei até tocar sua virilha, onde permaneci por alguns minutos acariciando suas bolas com minha língua.

Ele gemeu e disse que era covardia, então, para apimentar ainda mais, me enchi de malicia e passei a degustá-lo com vontade...

Lambi... Devorei, saboreei, beijei e suguei, fazendo-o tremer de tesão.

Quando pensei que ele gozaria, ele se afastou de mim... Beijou os meus seios e seguiu em direção a minha virilha, passeando com sua língua no meu sexo úmido, quente e todo lambuzado.

Fui ao delírio e cheia de tesão não agüentei... Com uma dose de safadinha disse que em sua boca eu iria gozar... Ele aumentou a pressão e colocando um dos dedos dentro da minha grutinha me fez gozar como nunca... Sentindo que eu ainda estava excitada ele me pediu para virar, pois, queria-me de quatro.

Prontamente atendi e logo comecei a sentir o roçar gostoso do seu membro teso e latejante no meu corpo, ora deslizando em minha grutinha em busca do meu caldinho... Ora batendo-o em minha bundinha, me enchendo de prazer, então pedi para que ele me penetrasse, pois o queria dentro de mim.

Não demorou muito e pude sentir o seu membro me invadindo lentamente, penetrando profundo e fazendo um vai e vem gostoso. Ele disse que não agüentaria e me pediu para cavalgar gostoso, como no seu sonho...

Com um olhar cheio de malicia, ajeitei-me na cama, beijei sua boca e depois de chupá-lo gostoso, sentei em seu membro, que estava duro e latejante.

E falando coisas picantes em seu ouvido, levei-o a loucura... Ele respirou fundo, gemeu, sussurrou, me apertou, me beijou... E liberou dentro de mim o seu tesão; fazendo-me sentir o seu gozo me inundar e escorrer por entre as pernas.

Nos beijamos, nos acariciamos e caímos exaustos na cama e abraçados dormimos até o amanhecer.

Agradecemos a todos os amigos e visitantes que votaram e escolheram o Anjo Sensual para receber o Oscar da  Gazeta do Blogueiros, como destaque bis.

"Obrigado amigos".

Casal Anjo Sensual 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h50 PM
[ ]





O dia foi agitado e cansativo e, por mais que estivesse com tesão, a dor nas costas não me deixava tranqüila. Então, para não frustrá-lo, pedi que me observasse enquanto eu tomava um banho delicioso, quente e relaxante... Ao deslizar as minhas mãos ensaboadas entre as pernas, percebi uma reação “espontânea e bem saliente” em seu membro...

Então para provocá-lo, abusei e permaneci me acariciando por alguns instantes... Percorri cada parte do meu corpo subindo e descendo as mãos, tocando os meus seios, acariciando o meu pescoço, percorrendo a minha barriga e por diversas vezes tocando e penetrando os meus dedos em meu sexo molhado pela água e lambuzado pelo tesão.

Me virei de costas e, enquanto a água quente caía sobre minhas costas, continuei a me tocar fazendo os mesmos movimentos deixando-o cada vez mais excitado...

Maliciosamente me inclinei e deslizei as mãos em meu bumbum até tocar o meu sexo, provocando nele um tesão incontrolável e uma verdadeira sessão de gemidos... A posição era bem convidativa, porém, pedi para que ele continuasse a observar!

Relaxada e bastante excitada, desliguei o chuveiro, me enrolei na toalha e fui me secar... 

Já no quarto, deixei a toalha cair e toda nua, escovei os cabelos, passei um perfume agradável e vesti o lingerie que ele tanto gosta. Aproximei-me e, sussurrando baixinho em seu ouvido, pedi para que ele fizesse uma de suas deliciosas massagens em mim.

Prontamente ele atendeu... Ajeitou os travesseiros em nossa cama, colocou uma musica bem romântica de fundo, apagou as luzes centrais e deixando somente as luzes laterais acessas, proporcionando um ambiente relaxante e provocador...

Então ele veio em minha direção, me pegou no colo e beijando os meus lábios, deitou-me de bruços na cama.

E dizendo que agora seria a vez dele me provocar, retirou o seu roupão, deixando seu corpo todo nu... Com suas mãos macias e carinhosas sentou-se sobre mim e começou a massagear os meus pés e, lentamente foi subindo pelas pernas até tocar em meu bumbum... Retirou a minha calcinha e percebendo que eu estava excitada, disse para eu não me preocupar, pois, a massagem iria até o fim... E assim ele continuou tocando o meu corpo, alternando toques suaves e excitantes com pegadas fortes e relaxantes.

Confesso que já nem me lembrava mais das dores nas costas e queria tocá-lo.

Embora ele também estivesse excitado (podia sentir o seu membro duro e tarado tocando o meu corpo), ele foi categórico e disse que não...

Para me deixar ainda mais excitada ele começou a beijar a minha nuca, provocando-me enormes arrepios e tremores...

Quando pensei que já estivesse terminando, ele me virou e começou a me massagear, agora olhando em meus olhos e ousando cada vez mais nos toques e na pressão dos seus dedos.

Já não agüentava mais de tesão e pedi para ele me penetrar... E mesmo dizendo não, percebia que seu membro dizia sim... Então, simulei uma dor no estomago e, num movimento rápido e audacioso, o surpreendi trocando de posição e subindo sobre ele. Ele não gostou muito mais o rendi com um delicioso sexo oral...

Fiz do jeitinho que ele tanto gosta saboreando, subindo e descendo a minha língua por toda extensão e por fim, o abocanhando todinho.

Eu já explodindo de tanto tesão, me ajeitei e sentei sobre seu membro duro e latejante.Sentindo-o tocar bem lá no fundo...

E então comecei a cavalgar gostoso... Ora intensamente, ora lentamente... Desfrutando de cada movimento e falando palavras picantes em seu ouvido. E não mais suportando, acabei me liberando e tendo um maravilhoso orgasmo.

Ele percebendo a minha satisfação, também não conseguiu se segurar e gozou logo em seguida... Lambuzando-me com seu delicioso néctar do prazer...

E cansados, porém saciados pelo prazer, tomamos um banho relaxante e voltamos para cama onde dormimos abraçados até o dia amanhecer.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h57 PM
[ ]





Hoje ela amanheceu com um charme a mais... Linda como sempre, mas com algo de especial... Seu corpo, sua pele, seu cheiro e o toque suave de suas mãos... Tudo nela me provocava e aguçava o meu desejo. À noite, fomos a uma festa de um casal amigo nosso, era uma festa simples, de aniversário de casamento.

Durante o jantar ela me provocou com olhares libidinosos, gestos sensuais de sua boca, o deslizar malicioso de sua língua ao redor dos seus lábios e para o meu delírio, seus pés massageavam o meu membro sobre a mesa. Apesar de tenso, afinal estávamos na casa de amigos e havia vários casais por lá, quase cheguei ao clímax...

Após o jantar, as mulheres foram para a cozinha e nós homens ficamos por perto, apenas observando-as e tentando descobrir o que tanto elas cochichavam e davam risadas.

Quando elas perceberam que estavam sendo observadas, uma olhou para a outra como se estivessem tramando algo e começaram a se esbarrar, como se quisessem se tocar... Gostamos da cena, então ficamos ali quietos, cheios de desejo, apenas olhando e querendo ver onde tudo acabaria.

Uma das meninas insinuou, por cima da roupa, que estava acariciando os seios da minha esposa... Enquanto a outra insinuava um beijo em seu pescoço...  Confesso que a cena encheu-me de desejo, mas me contive.

Olhei para os nossos amigos e confabulando que as provocações não acabariam por ali e, que sabíamos que as meninas queriam apenas brincar e provocar, nós achamos melhor sairmos da cozinha, e deixa-las a sós. Elas, porém, continuaram dando gargalhadas e nos enchendo de curiosidades.

Quando vieram para a sala, começaram a conversar e como se uma pudesse ler o pensamento da outra, passaram a nos provocar com palavras picantes, insinuações e fantasia... Ficamos ali um bom tempo, mas já era tarde e a chamei para irmos embora...

No caminho de volta para casa ela começou a me provocar perguntando se eu não gostei do que vi... Apenas respondi que sim e, curioso, perguntei de quem foi a idéia e o onde elas queriam chegar. Sorrindo ela me disse que a idéia surgiu na hora e que todas eram responsáveis pelo desejo e iniciativa e que, como supomos, elas queriam apenas provocar.

Confessei a ela que senti desejo e que apreciei muito a cena. Ela sorriu maliciosamente e então, começou a falar “coisas picantes” se insinuando enquanto acariciava o meu membro, que a essa altura estava rígido e latejante.

Seu olhar de desejo... Uma de suas mãos acariciando o meu tórax e a outra, maravilhosamente tocando e apertando o meu membro, me levaram ao delírio e, como a rua estava deserta, comecei a retribuir as carícias... Tocando em seu seio e apertando delicadamente os seus mamilos... Ergui sua saia e percebi que sua calcinha estava molhada. Não me contive e deslizei o meu dedo por toda parte, lambuzando-o todo... Brinquei... Penetrei... E logo depois, levei minha mão à boca para que ela me visse degustando do seu delicioso sabor...

Enfim, chegamos em casa, mas ao ouvir o portão (fechado e de madeira) bater, ela saiu do carro e retirou sua roupa, ficando completamente nua...

Não resisti, retirei a camisa, abri o zíper da calça, retirei o meu membro e ofereci para ela, levando em sua boca...

Ela chupou, massageou, engoliu e devorou maravilhosamente e, antes que eu gozasse em sua boca, pediu para que eu a penetrasse profundamente.

A beijei, debrucei-a sobre o carro e segurando em seu quadril, enfiei... Bombeei... Soquei e fazendo um vai e vem gostoso, a penetrei freneticamente...

Ela gemeu de prazer e dizendo que estava gostoso, gozou loucamente... Respondi a ela que não suportaria e iria gozar... Ela me olhou safadamente e me pediu para jorrar em sua boca... Não hesitei e levei o meu membro lambuzado em sua boca... Jorrei gostoso lambuzando o seu rosto e deixando espirrar em seus seios...

Saciados, olhamos uma para o outro e sorrindo, dissemos que precisávamos entrar e tomar banho.

E foi o que fizemos. E logo depois, deitamos na cama e dormirmos gostoso.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h45 PM
[ ]





Estava em casa sozinha e para relaxar resolvi tomar um banho de sais... Liguei o som e coloquei um cd com as nossas musicas favoritas, perfumei o ambiente com algumas velas aromáticas, apaguei as luzes e mergulhei na banheira...

A água norma proporcionou um prazer indiscutível e como não queria me preocupar com nada, fiquei ali pensando nas nossas vidas, nos momentos felizes que passamos e os que com certeza virão.

Foi quando senti que havia mais alguém ali; Olhei para a porta e o vi ali parado, me observando com seu olhar faminto e sedutor.

Apenas sorri, afinal estava nua e fiquei sem graça... Ele também sorriu se aproximou, me deu um beijo e disse oi.

Fechei os olhos e senti seus lábios tocarem o meu pescoço, fazendo com que o meu corpo todo molhado se arrepiasse por inteiro... Quis beijá-lo, mas ele não permitiu.

Então, ele desceu sua língua faminta pelos meus seios, acariciou-os com sutileza, mordiscou-os lentamente e me levou ao delírio ao soprá-los ainda molhados... Continuou a deslizá-la em minha barriga e tocou-a delicadamente em minhas coxas.

Afastou minhas pernas, beijou o meu sexo e logo em seguida passou a bailar sua língua por toda parte. Por diversas vezes penetrou-a, me fazendo ficar ainda mais molhada... Estava em puro êxtase!

Me vendo toda excitada, ele provocou... E se deliciando com o meu melzinho lubrificante, ele penetrou-me com o dedo.

Fui ao ápice do prazer e senti que não agüentaria, então, pedi para ele parar, pois tínhamos muito que aproveitar, mas ele não me ouviu e continuou me tocando maravilhosamente.

Não resisti. Gemi e sussurrei dizendo que iria gozar... Ele por sua vez continuou me chupando, aumentando a pressão dos lábios e o vai e vem dos dedos.

Gozei... Gozei intensamente, deixando com que o meu desejo escorresse em sua boca.

Me vendo aliviada, porém não saciada, ele sorriu e disse que me amava. Então eu pedi que me beijasse, pois, queria sentir o meu gosto em sua boca... Ele me beijou loucamente, lambuzando minha boca e permitindo eu provar do meu gozo... 

Levantei e me ajeitei sobre o seu corpo, fazendo com o meu sexo lambuzado tocasse no seu membro duro, grosso e latejante. Ele suspirou dizendo que era covardia, mas não dei atenção e passei a beijá-lo gulosamente, depois percorri seu corpo em busca dos seus mamilos que lentamente beijei, lambi e mordisquei...

Estava novamente excitada e então pedi para ele me penetrar, pois, queira cavalgar gostoso... Prontamente ele atendeu, passei a movimentar-me num vai e vem gostoso.

Pude sentir suas veias latejantes pulsarem dentro de mim anunciando que o seu gozo logo viria, então, intencifiquei os movimentos e passei a sussurrar palavras picantes em seu ouvido.

Estava bastante excitada e comecei a gemer gostoso... Disse a ele que iria gozar novamente.

Ao sentir seu membro lambuzar, ele não resistiu, apertou-me o quadril, mordiscou o meu seio e gemendo, deixou com que o seu gozo explodisse junto ao meu... Gozamos juntos. Gozamos gostoso.

Ficamos abraços, ficamos deitados lado a lado... Apenas sentindo! Apenas vivendo esse momento mágico, prazeroso e muito excitante. 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h20 PM
[ ]