~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Nosso Perfil. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.
BLOG "ANJO SENSUAL"
Conteúdo Voltado Somente ao Público Adulto: "Contos, Textos, Imagem, Atualidades, Dicas de Saúde Sexual, Informações, Dicas e Links Variados".

"..ATENÇÃO..:
»PRIVAMOS PELO RESPEITO E PELO DIREITO AUTORAL!
»A maioria dos nossos textos são de autoria própria, portanto, quando não somos os autores, damos os devidos créditos e quando copiamos algo de outro Site ou Blog identificamos o mesmo!"
»Se você deseja copiar algo, avise-nos e lembre-se de respeitar a autoria!"

"OS CONTOS SÃO MERAMENTE NARRATIVOS!"
»" CASAL ANJO SENSUAL "«





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Tempo. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.







»Confira Nosso Arquivo«

-»Contos e Dicas by AnjoSensual
-»Contos Anteriores



»Passeio Virtual«

- "Cláudia Pit"
- "A arte de Fazer Bem Feito"
- "A menina atras da Janela"
- "Cantinho Sensual da Lali"
- "Dicas by Anjo Sensual"
- "Vanessa Oliveira"
- "ErotiCidades"
- "Nelma Penteado"
- "Sensualidade e Atualidade"
- "Sexy HelpDesk"
- "Visão Masculina"



»Indique o Blog«




~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Fetiche e Fantasias. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.


...Sex Shop...
»Amor e Paixão«

...Sex Shop...
»Clique SexShop«

...Sex Shop...
»Darme Sex«

...Sex Shop...
»Desfrutando Sexshop«

...Sex Shop...
»Loja do Prazer«



~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Sites Liberais. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Aprovados. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.









~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Visitas. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.












Depois de passar o sábado em casa lavando o carro e ajeitando algumas coisas, e embora o dia fora produtivo, porém, cansativo, resolvemos sair para jantar.

Fomos há um restaurante bem aconchegante. Luzes amarelas, rosas vermelhas e velas acesas espalhadas pelas mesas... Saboreamos uma ótima comida e recordamos de alguns dos muitos momentos que já vivemos juntos, afinal são 18 anos de união, prazer e algumas “aventuras”.

A música, o local, a comida e o papo nos deixaram completamente excitados e não tivemos coragem de trocar uma noite num motel, por uma ida ao cinema.

Fomos há um motel próximo dali, o mesmo que costumávamos freqüentar quando namorados. No caminho, carícias ousadas, frases picantes e um romantismo digno dos melhores filmes de Hollywood invadiu o carro e tomou conta dos nossos sentidos, estávamos excitadíssimos e parecíamos um casal de namorados.

Ao entrar no apartamento, ele foi me agarrando, me encostou contra a porta e, enquanto me beijava, deslizou suas mãos pelo meu corpo e arrancou toda a minha roupa, deixando-me nua; Em seguida, passou a apertar a minha bundinha e a chupar os meus seios, mordiscando levemente os meus mamilos.

Eu também queria senti-lo, então desabotoei sua camisa e abri o zíper da sua calça, colocando minha mão por dentro da sua cueca pude sentir o quanto o seu membro estava duro e latejante.

Tentei retira-lo, pois tinha a intenção de devorá-lo, mas ele não deixou... Me beijou, levou-me pro quarto e me fez sentar na beirada da cama; Serviu-nos  uma taça de vinho tinto, ligou a televisão num canal erótico e só então se despiu.

Disse a ele que estava excitada e queria lambuzar seu pau com o vinho, para depois saboreá-lo. Ele deixou...

Fiquei ajoelhada em sua frente, mergulhei os meus dedos na taça e o toquei, deixando-o arrepiado com o gelo do vinho. Em seguida, olhei em seus olhos e pedi para que ele ficasse olhando eu o devorar... Comecei pela pontinha e o deixei maluco com movimentos de sobe e desce... E somente depois de senti-lo completamente duro e latejante, passei a devorar, a lamber, a chupar, a sugar e mordiscar o seu membro embebido no vinho.

Quando senti que ele gozaria em minha boca, parei e me afastei... Então me ajeitei na cama e pedi para ele fazer o mesmo em mim.

Ele sorriu, abriu minhas pernas, pingou algumas gotas do vinho sobre mim e então começou a me saborear, chupando cada parte do meu sexo com maestria e prazer.

Eu estava excitada e sentir sua língua gelada ora me lambendo, ora me penetrando, deixou-me ainda mais molhada.

Segurei em seus cabelos e gemi, pedindo para ele parar senão eu iria gozar... Então ele se ajeitou e ficou deslizando e lambuzando o seu membro sobre o meu caldinho, entrando e saindo lentamente da minha grutinha para que nenhum dos dois gozasse...

Ouvimos um barulho na televisão e olhamos para ver do se tratava... A cena nos chamou a atenção e pedi a ele para me penetrar sobre a mesa, como no filme.

Beijamos-nos, me levantei e segui em direção a mesa, mas antes de eu alcança-la, ele me puxou, mordiscou os meus mamilos e me guiou até a mesa, ajeitando-me sobre ela e tentando me penetrar... Disse que assim não, pois queria de quatro. Então ele me virou, acariciou, mordeu e beijou a minha bundinha e me penetrou profundamente... E sentindo o seu corpo roçando contra o meu, as suas estocadas fortes e as suas bolas massagearem o meu sexo, gemi e gozei gostoso.

Ele foi ao delírio... Perguntou se eu iria gozar mais e como disse que não, ele aumentou os movimentos e liberou seu tesão sobre mim. Jorrou e me lambuzou gostoso. Despejando aquele gozo grosso sobre minha bundinha.

O resto da noite foi maravilhoso... Tomamos um banho e deitamos na cama para terminar de assistir o filme e pegar mais algumas inspirações, para depois começarmos tudo de novo! 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h32 PM
[ ]





Passamos o dia a nos excitar, mas como estávamos com visitas, tive que esperar até anoitecer para tê-la em meus braços...

Estava cheio de desejo e o simples toque de sua boca em meus lábios fez com que o meu membro vibrasse de tesão.

A noite chegou e ao perceber que todos estavam dormindo, a levei para o nosso quarto e lá, começamos a nos beijar. Querendo dominá-la, eu apoiei o seu corpo contra a parede e a beijei ardentemente, para minha felicidade, ela retribuiu com a mesma intensidade...

Como uma fera faminta ela deslizou sua língua em minha boca, sugando os meus lábios, percorreu suas mãos em minha nuca, desceu pelas minhas costas e me arranhou com suas unhas, deixando-me ainda mais tarado.

Passei a beijar o rosto, o pescoço, a orelha e desci até tocar-lhes os seios, onde delicadamente, suguei e mordisquei os seus bicos rígidos e salientes; provocando gemidos e arrepios pelo corpo... Ela se ajeitou e encaixou as pernas entre as minhas, fazendo com que meu membro vibrasse de alegria. Como num passe de mágica, nos despimos e nos abraçamos.

Continuei beijando-a e querendo saciar a minha sede com seu mel, abaixei-me e de joelhos, afastei suas pernas e arrancando gemidos de prazer, degustei do seu sexo, que estava completamente molhado...

Seu cheiro me deixou completamente embriagado de tesão e sua respiração ofegante fez com que eu a virasse de costas e, pedindo para que ela empinasse seu bumbum, a lambi safadamente... Chupando cada parte do seu corpo, percorri minha língua entre seus lábios, clitóris e bumbum. Ora enfiando a minha língua, ora lambendo-a com prazer.

Quando pensei que ela iria gozar, ela pediu para eu parar... Ajeitou o seu corpo sobre o meu, me deu um beijo delicioso e com o olhar cheio de malicia, desceu beijando o meu corpo até tocar no meu membro... Após umas lambidas na glande, passou a deslizar os seus seios quentes, permitindo assim que o meu membro latejante ficasse todo envolto com o seu calor.

Delirei. Gemi e por muito pouco não gozei. Mas resisti, pois queria mais, então pedi para que ela o devorasse... Ela se baixou e começou a chupá-lo, abocanhando-o por inteiro; Olhando-me com um olhar de sapeca, ela descia até a base deslizando sua língua e, apertando deliciosamente os lábios, subia sugando-o, levando-me ao delírio e me deixando cada vez excitado.

Estava tarado e queria penetrá-la... Então a virei de costas, segurei em seu quadril e comecei a brincar e a deslizar o meu membro em seu sexo, deixando-a louca de vontade.

Quando percebi que ela não agüentaria muito tempo, a penetrei lentamente... Ela pediu para eu bombar mais forte, então aumentei a pressão soquei gostoso em sua grupa molhada.

Estávamos dominados pelo prazer e pelo tesão... E quando eu menos esperava, ela levou uma de suas mãos até o seu sexo e, deslizando gostoso e esbarrando em minhas bolas, ela gozou abundantemente.

Senti seu gozo me encharcar e não resisti... Retirei o membro de sua gruta e o levei em sua boca onde gozei gostoso...

Espirrei, jorrei e lambuzei todo o seu rosto, deixando pingar em seus seios e inundando a sua boca com o meu leitinho; ela lambeu e depois engoliu um pouco daquele caldinho, que por ela saia de dentro de mim...

Nos abraçamos, nos beijamos e fomos tomar um banho, tudo em silêncio para não acordar ninguém!

 

                                



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h10 PM
[ ]





Era sábado á noite e estávamos num snocker bar com uns amigos quando resolvi aprender a jogar. No inicio errei muito, mas aprendi rapidamente com as aulas do meu marido, e logo comecei a acertar as tacadas...

Juliana, uma amiga nossa, quis aprender a jogar também e pediu para que o meu marido a ensinasse. Confesso que na hora cheguei a ficar com ciúmes, pois ela havia percebido o clima sensual em que estávamos conduzindo o jogo.

Resolvi não ligar e “permiti” que ele a ensinasse, mas pedi para ambos pegar leve, pois o marido era meu.

Ambos sorriram e ela disse que iria tirar apenas uma casquinha, mas que me devolveria inteiro... Ele sem graça, fez que não escutou e eu adorei. Trocamos de par no jogo e eu fui jogar com o namorado dela enquanto ela jogava com o meu marido. Errávamos aqui, acertávamos ali... Mas sempre mantínhamos a discrição nas comemorações, enquanto ela... Bom, ela fazia questão de “abusar” das carícias todas as vezes que acertava, ora abraçando-o sensualmente, ora beijando o seu rosto e por muito pouco não beijava a sua boca.

Como notei que o intuito dela era apenas provocar o namorado, que não quisera lhe ensinar a jogar, comecei a botar lenha na fogueira, e combinei com ele que repetiríamos os mesmos gestos dela. Ele adorou a idéia e passamos a provocá-los.

Num determinado momento, quando me preparava para jogar, olhei para o meu marido e percebi que ele estava excitado... Querendo saber se era pelas ousadias dela com ele, ou pela minha atitude com um outro homem, resolvi errar a jogada, passando a vez para ela.

Ela se aproximou de mim e cochichou em meu ouvido que sabia que eu havia feito isso propositalmente e que estava adorando ser “pega” por trás pelo meu marido... Confesso que ao ver e ouvir suas palavras e ousadias, me excitei e acabei errando outras vezes só para ver ela se “insinuando” para ele. Mas o namorado dela não gostou nadinha e resolveu ir embora...

Como estava tarde e moramos ao lado da casa dela, perguntei se ela não queria vir com a gente, assim o namorado que mora do outro lado da cidade, não precisava voltar sozinho pra casa. Na mesma hora eles aceitaram.

No caminho para casa, a provoquei dizendo que o perfume do namorado dela era muito gostoso e que estava “impregnado” em minha roupa, mas fui surpreendida pelo ciúmes bobo do meu marido me repreendendo...

Olhei para ele e perguntei se ele não estava sentindo o perfume dela, afinal, eles por diversas vezes, também se abraçaram... Meio que constrangido ele respondeu que não sabia nem se ela havia passado perfume e ela, querendo provocar disse que ele poderia sentir se desejasse.

Confesso que, mais uma vez, fiquei excitada e comecei a pensar em algumas fantasias e em poucos instantes pude sentir uma umidade gostosa em minha calcinha...

Ao chegarmos em casa, ela percebeu que havia esquecido as chaves no carro do namorado e teria que acordar os pais para ela entrar, então, eu ainda com os tais pensamentos na cabeça, convidei-a para passar a noite em casa. Meu marido não gostou muito, mas eu e ela adoramos. Ele chegou a dizer na frente dela que estava com tesão e queria ter-me em seus braços naquela noite. Respondi que não teríamos problema e que eu também estava afim de namorar...

Entramos em casa, e enquanto ele foi tomava banho eu arrumei o quarto de hospedes e disse que era pra ela ficar a vontade, que eu iria apenas encostar a porta do quarto e se ela precisasse de algo, poderia entrar e me chamar.

Ela entendeu o meu recado e disse que com certeza entraria, pois ela também estava afim...

Tomei um banho... Vesti-me sensualmente, acendi a luz do abajur e encostei a porta do quarto. Ele achou melhor eu trancar a porta, mas respondi que achava melhor deixa-la apenas encostada.

E quando tudo parecia tranqüilo, começamos a nos beijar e a nos esfregar... Mãos, toques, caricias ousadas, bocas famintas, ambos estavam excitadíssimos quando eu perguntei a ele se a excitação do bar era por mim ou por ela.

Ele tentou não responder, mas acabou confessando que o clima estava gostoso e ver-me ao lado de um outro homem havia despertado algo dentro dele, mas que ao mesmo tempo o ciúmes não o deixava livre para sentir. Disse a ele que também não me via com dois homens, mas que a idéia de estar com outra garota me deixava toda molhada e sabia que ele também gostava da idéia...

E assim começamos a nos excitar e quando ele menos esperava, ela adentrou o nosso quarto, toda nua... Fiquei completamente molhada e percebi que seu membro reagiu positivamente, provando a minha tese que aquela noite seria uma noite especial, uma noite a três... Repleta de caricias, fantasias, tesão e muito prazer! 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h58 PM
[ ]





“A importância do beijo”

 

O beijo é o termômetro do relacionamento...Sua ausência pode sinalizar que a relação está se deteriorando e precisa ser reavaliada e resgatada. Beijar é como dançar com um parceiro, quanto mais se conhece o outro e maior a intimidade, mais gostoso fica.

Um beijo de língua movimenta 29 músculos, sendo 17 nela mesma. Alguns estudiosos estimam que um beijo prolongado gaste entre 12 e 14 calorias.

Cientistas afirmam que uma pessoa apaixonada tem seu corpo invadido por várias substâncias como a fenietilamina que está ligada a sensações de amor, dopamina ligada à emoção amorosa e as endorfinas ligadas ao prazer. Nessa 'química do beijo' os batimentos cardíacos podem aumentar de 70 para 150 bpm.

 

Kama Sutra

O manual de técnicas indianas na arte de amar, o *Kama Sutra, dá muita importância ao beijo na boca. Veja uns exemplos:

Beijo superficial: quando os lábios dos amantes pouco se tocam.

Beijo chupada: quando um dos amantes leva o lábio inferior do outro entre os seus e o suga para dentro da sua boca com um movimento de chupar.

Beijo lambida: quando um dos amantes lambe os lábios do amante com a língua
Beijo apertado: acontece quando um dos amantes, segura o lábio inferior entre os lábios dele e aperta forte.

Beijo direto: os lábios dos amantes ficam pressionados diretamente cara a cara. Uma variação é o beijo inclinado.

 

Outra forma de beijo ensinada é a de alternar movimentos de sugar e de passar a língua sobre o pênis do parceiro principalmente sobre a glande - cabeça do pênis.

 

Com relação à mulher o ideal é ir preparando o caminho com muito carinho, beijando e lambendo as mamas, o abdome até chegar ao períneo - região entre a vagina e o ânus - e por fim no clitóris, ora passando a língua em movimentos circulares ao seu redor, ora sugando. O beijo nessa região é extremamente prazeroso, pois é a parte mais sensível do corpo da mulher. 

 

Embora regiões como os lábios e os seios sejam muito sensíveis, a maior zona erógena do corpo é a pele, e por isso deve ser estimulada. Mas não esqueça de observar as reações de seu parceiro para saber em que regiões do corpo e em que intensidade esses beijos são mais excitantes e prazerosos.

Incremente o beijo com morangos, que podem ser mordidos de forma sensual ou como se fosse uma trilha a ser seguida e recheada de beijos e carícias. Partilhe durante o beijo uma calda de chocolate.

Cuidados para um beijo prazeroso: O primeiro cuidado essencial para que o beijo seja um encontro prazeroso, é uma boca com bom hálito e limpa. Por isso é tão importante a higiene bucal, mas se apesar de bom hábito de higiene o mau hálito persistir, consulte um dentista ou um médico.

Fique atento se o parceiro não apresenta nenhuma 'bolhinha', vermelhidão ou ferida, tanto na boca como na genitália, pois são indícios de doenças sexualmente transmissíveis.

 (Bibliografia: *O Kama Sutra, A Essência Erótica da Índia, Bret Norton, Editora Madras)

 

E você, qual tipo de beijo prefere?



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h05 PM
[ ]





Estava deitada na sala, lendo um romance erótico quando ele chegou. Nos beijamos e perguntei se ele estava com fome e queria jantar; Ele respondeu que sim, desde que o prato principal fosse “eu”... Sorri e disse para ele não me provocar, afinal, estava na melhor parte do livro, onde o casal estava realizando algumas de suas fantasias sexuais e por isso, encontrava-me excitada.

Nesse instante suas mãos apertaram os meus braços e me prenderam contra o seu corpo, seus lábios tocaram os meus e me levaram ao delírio com um delicioso beijo, logo em seguida ele sussurrou em meu ouvido que não estava me provocando, apenas afirmando o quanto estava me desejando...

Para ter a certeza que ele estava falando a verdade, deslizei minha mão em seu corpo e toquei o seu membro sobre a sua calça, que estava ereto, duro e latejante... Apertei-o e perguntei se tudo aquilo era meu.

Ele sorriu e disse que era todinho meu e por isso eu poderia fazer o que quisesse com ele.

Não pensei duas vezes e enquanto o beijava, abaixei o zíper da sua calça, deslizei minha mão por dentro da sua cueca e o retirei para fora, sentindo o calor do seu membro em minhas mãos. Parei o beijo e cai de boca, literalmente, devorando-o e deslizando a minha língua por toda parte, saboreando cada centímetro do seu delicioso membro.

Para provocá-lo ainda mais, beijei, chupei, suguei e mordisquei carinhosamente a sua glande e deixei-o todo arrepiado quando o engolindo todo, deslizei minha mão em suas bolas, massageando-as com prazer.

Ele gemeu...

Suas mãos puxaram os meus cabelos e afastaram a minha boca do seu membro tarado; em seguida ele colocou a mão por dentro da minha blusa... Apalpou os meus seios e apertou os meus bicos, beliscando-os gostoso.

Fui ao delírio, pois adoro quando ele faz assim, então eu me levantei, retirei a blusa e deixei-os a mostra...

Ele sorriu e deitou-me no sofá... Em seguida começou a acariciar gostoso o meu corpo... Beijando a minha nuca, mordiscando os meus seios, deslizando a sua língua em meu ventre e, depois de retirar toda a minha roupa, afastou as minhas pernas e saboreou deliciosamente o meu sexo, que estava molhado e cheio de tesão. Delirei. Sussurrei. Tremi e gemi ao sentir sua língua ora me sugando, ora me penetrando com prazer.

Com o olhar cheio de tesão ele me chamou de sua safadinha e pediu para eu cavalgar gostoso em seu membro...

Ajeitamos-nos no sofá e sentei sobre ele, engolindo com o meu sexo aquele membro duro e gostoso.

E beijando a sua boca fiz um vai e vem maravilhoso... Cavalguei, sentei, subi e desci, rebolei e acabei gozando, deixando escorrer o meu melzinho em seu membro tarado dentro de mim.

Sentindo o meu tesão escorrer, ele disse que também iria gozar e então, pedi para que ele jorrasse seu leitinho em minha boca...

Rapidamente ele retirou-o de dentro de mim e veio em minha direção, colocando-o todo lambuzado do meu sexo em minha boca. Comecei a chupá-lo gostoso e logo senti seu gozo explodindo em minha boca e lambuzando a minha cara...

Lambuzados, fomos tomar um banho e em seguida sentados para jantar!



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h32 PM
[ ]





Após ter tido um dia estressante no trabalho, resolvi ligar para ela para dizer que logo estaria em casa e para não se preocupar com o jantar, pois durante o dia todo havia pensado em algo diferente que com certeza lhe agradaria.

Ao sair do escritório, passei em diversos lugares e providenciei a compra de um bom vinho, uma saborosa tabua de frios e como sobremesa um delicioso bolo sorvete... Já de posse do jantar e achando que ainda faltava algo especial, parei numa floricultura e comprei um charmoso buquê de tulipas vermelhas (suas flores preferidas), e quando estava saindo da floricultura vi uma locadora e deduzi que o clima esquentaria se eu alugasse um bom filme... De sacanagem é claro!!!

Chegando em casa, toquei a campainha para que ela abrisse a porta e eu pudesse dar-lhe as flores, mas ao entrar, me deparei com sua bela roupa, ou melhor, com ela quase sem roupa e fui ao delírio...

Ela estava vestida com uma blusa que tinha um decote super sensual (que por sinal combinavam com as flores que a presenteei) e um short branco que realçava o seu bumbum e o deixou ainda mais gostoso... Seu perfume era algo que logo ao sentir fiquei totalmente enlouquecido, combinava bem com ela: atraente, exótico, digno de uma linda e maravilhosa mulher, como ela se apresentava aquela noite, uma tremenda gata em busca de muito amor e prazer... Foi inevitável e logo percebi uma reação em meu membro, me deixando louco de tesão!

Para poder retribuir todo aquele tesão, pedi a ela que desembrulhasse o jantar enquanto eu tomaria um rápido banho, pois assim poderíamos aproveitar todos os momentos e tornar aquela noite num momento especial.

Entrei no banho e comecei a me ensaboar e como estava empolgado, nem me dei conta que ela havia entrado no banheiro... Levei um susto, mas gostei de sentir suas mãos macias massageando sensualmente minhas costas. Ela sorriu e disse que não tinha intenção de me assustar, apenas havia trazido uma taça de vinho para saborearmos enquanto conversarmos um pouco. Beijei-a e como o tesão falava mais alto, foi inevitável a ereção...

Sai do banho e percebi que ela havia trazido o jantar para o quarto, então, liguei o DVD para assistirmos o filme enquanto degustávamos o vinho e os frios.

Estava olhando para ela e percebi que as cenas do filme a atraíam e a deixava excitada, então, a presenteei levando o meu membro que também estava latejante até sua boquinha de veludo...

Ela me chupou maravilhosamente bem e, como se não bastasse, ela esquentou ainda mais o clima quando resolveu deslizar o seu corpo e principalmente seu sexo sobre mim, fazendo assim com que eu a sentisse completamente tarada e úmida.

Ela sabe o poder que tem em me dar prazer e para me deixar ainda mais excitado, levou seus seios até meus lábios e pediu para mordiscá-los... Logo depois começou a me provocar lambuzando-me todo com seu melzinho e não me deixando tocá-la e sim apenas senti-la.

Surpreendentemente ela resolveu cavalgar em meu membro... Sugando-o completamente pelos seus lábios vaginais, quentes e carnudos, onde em poucos instantes pude sentir o seu néctar escorrendo em meu membro deixando-o ainda mais ereto e latejante.

Como ela havia lambuzado meu membro aproveitei para penetrá-la gostoso, virando-a de quatro... Pedi para que ela arrebitasse bem a sua bundinha, pois assim meu membro a poderia penetrá-la gostoso e invadi-la por inteira.

Estava bombeando gostoso e, para minha surpresa e prazer, eu pude sentir novamente o seu gozo intenso e prazeroso lambuzando o meu membro.

Já não agüentava mais de tesão e então resolvi retira-lo de sua caverninha do prazer e brincar um pouquinho com ele sobre sua bundinha gostosa... Mas como disse, o tesão estava intenso e não suportei por muito tempo e quando menos esperava, percebi que estava gozando e jorrando por toda parte, lambuzando-a todinha...

Após o fato, o apetite aumentou ainda mais e resolvemos tomar um belo banho relaxante e continuamos degustando o vinho, os frios e é claro, a sobremesa, juntinhos de corpos nus e em um clima de muito amor!!!  

 



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h32 PM
[ ]





     

“O Sexo e as fantasias sexuais”

 

"A fantasia sexual é um meio de envolver o corpo e a mente para o prazer sexual." (Joseph Lo Piccolo)

 

O que é fantasia sexual?

Fantasia sexual nada mais é que as diversas idéias, formas e imaginações referentes a sexo que trazem estimulação para o prazer.

Elas estão ligadas ao desejo, pois ajudam a estimulá-lo e consequentemente, trará um prazer maior e muitas vezes, uma melhora nas praticas sexuais.

 

Por que é bom ter fantasias sexuais?

As fantasias sexuais, por terem sua pitada afrodisíaca, são ótimas fontes de auto-estima, amenizam o cotidiano, alivia o stress, e amadurece a relação do casal; servindo de estímulo para a variação e, consequentemente, trazendo idéias para que as relações não caiam na rotina. 

As variedades das fantasias sexuais podem ser desde a utilização de vestimentas (colegial, empregada, bombeiro, etc...) por algum dos parceiros, ou o uso de acessórios (como vibradores, algemas, etc...), ou até a realização das relações em algum lugar inusitado ou, até mesmo, uma relação a três (ménage-a-troie), dentre outras.

 
Estão dividas em fantasias femininas e fantasias masculinas

Devido os homens terem a sua excitação sexual proporcional ao estímulo instantâneo (seja ele visual ou táctil), e por traduzirem o desejo do sexo e afirmarem a sua masculinidade, as fantasias masculinas dão ênfase no contato erótico e na relação sexual em si.

Já as fantasias sexuais femininas traduzem o romantismo através dos seus sonhos.

As mulheres também são estimuladas pelo contato visual, olfativo, táctil, ou auditivo, como os homens, mas a excitação desaparece após a retirada do estímulo, explicando o aparente controle emocional que as mulheres têm durante o ato sexual.

 

Dentre muitas, as fantasias sexuais masculinas preferidas são: transar com duas mulheres ao mesmo tempo; fazer sexo com mulheres famosas; fazer sexo grupal

 

As fantasias sexuais femininas mais freqüentes são: fazer sexo em lugar romântico; fazer sexo com homens famosos; Ser dominada pelo parceiro durante o ato sexual.

 

Lembre-se que: Não dá para descrever as sensações e o auto nível de excitação misturado com êxtase, transe, fantasia, realidade e prazer. É fundamental ter mente aberta, bom dialogo e estabelecer regras, principalmente se houver relação marido-mulher ou entre namorados. Não vale ser egoísta e a generosidade é bem vinda. Aproveite. Permita-se, liberte-se e desfrute dos prazeres de uma fantasia sexual... Quem é que nunca pensou em ter uma transa a três?  

E você, tem alguma fantasia sexual?



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 11h33 PM
[ ]





Já era tarde, a noite estava fria e lá fora o vento batendo na janela do quarto, prenunciavam que madrugada seria mais fria ainda... E eu, todo excitado não conseguia dormir.

  Enquanto eu a observava, ali deitada em nossa cama, linda, sexy e com um semblante feliz, ficava imaginando com o que ela estaria sonhando... Pensei até em acordá-la, mas, não seria justo. Então resolvi fazer suaves caricias em seu corpo, somente com a intenção de satisfazer o meu desejo de tocá-la.

  Pura ilusão a minha, pois, no instante que minhas mãos tocaram aquela pele macia e perfumada, senti algo especial e forte invadir o meu corpo e minha alma. Louco de desejo, me segurei para não gozar.

  Comecei tocando em seus cabelos, pegando-os de tal forma que pudesse apertá-los em minha mão... Ah, se ela estivesse acordada, com certeza ficaria toda arrepiada, pois, sempre que nos amamos, ela me pede para apertá-los e puxa-los com a delicadeza de quem segura uma rosa em suas mãos.

  Continuei a minha peregrinação em seu corpo, passando por sua bela face, deslizando os meus dedos em sua deliciosa boca e seguindo em direção aos seus seios. Ah, e que seios...

  Eles pareciam reagir ao toque e cada vez que eu ousava em contornar o seu mamilo, sentia um leve arrepio em sua pele.Continue as carícias chegando até o seu ventre e ao tocar o seu umbigo, tive que fazer uma pausa, pois o meu membro estava latejante e dolorido, de tamanha excitação.E nessa pausa resolvi que não mais a perturbaria, pois, não queria lhe acordar...

  Mas para minha alegria e felicidade, ouvi sua voz, sussurrando baixinho, me pedindo para continuar.

  Então, voltei para cima e olhando em seus olhos, comecei a beijá-la, bailando a minha língua por dentro de sua boca, saboreando os seus lábios e desfrutando de um prazer inigualável. E, beijando sua boca, lhe chamo de minha safadinha, pois imaginava que tu estivesses dormindo...

  Sorrindo, ela me diz que estava e que sonhava que fazíamos amor e o sonho a despertou para a realidade... 

  Confesso que o tesão que sentia só aumentou ao ouvir suas doces palavras dizendo que me desejava. Não resisti e retornei minhas carícias, agora bem mais ousadas e apimentadas.

  Segui em busca do seu sexo e o encontrei maravilhosamente molhado e quente e, enquanto a beijava, a penetrei com meu dedo e pude sentir sua respiração ofegante em minha face.

  Abaixei-me beijando cada pedacinho do teu corpo, passando pelo pescoço, orelha, nuca, seios, barriga, umbigo até chegar em seu ventre... Por lá, permaneci alguns instantes desfrutando dos mais prazerosos dos prazeres, o perfume sensual da tua pele e o sabor do teu sexo... e a cada toque ousado sentia tua pele arrepiar e o meu membro latejar.

  Sentindo tua excitação, não pensei duas vezes a penetrei com meu membro profundamente, arrancando de sua boca doces gemidos. Aumentei a pressão e falando palavras picantes em seu ouvido, lhe proporcionei o máximo do prazer.

  Vendo a felicidade em seu rosto, a deitei de bruços e, num movimento delicado e excitante a penetrei por trás... Só que para minha excitação, ela bem sapeca, ousou em me pedir mais, dizendo que ainda estava tarada e queria se satisfazer.

  E a penetrando ferozmente, a fiz tremer, delirar e gemer... A fiz se contorcer de prazer apertando com seu sexo o meu membro e causando em mim uma tremenda excitação.

  Cada vez mais tarado e louco de desejo, percebi quando ela chegou ao clímax e não mais resistindo de tesão, liberei o meu gozo...

  Transbordando ali, não só o meu prazer, mas também o meu amor, a minha admiração e o tesão por essa mulher!



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h03 PM
[ ]





Estávamos na sala quando as luzes se apagaram... Levantei e ao olhar pela janela notei que a rua toda estava sem energia elétrica.

Como não gosto de ficar no escuro total, corri para acender algumas velas; não muitas, apenas uma ou duas para clarear um pouquinho o ambiente e poder continuar o papo, afinal, a conversa estava empolgante e eu, podia sentir minha calcinha levemente molhada...

Já com as velas acessas e colocadas estrategicamente no alto, sentei-me no sofá e me aconcheguei em seus braços.

Continuamos a conversa... Falávamos sobre sexo, sobre as nossas transas, nossos segredos, nossos desejos e fantasias.

Ouvir sua respiração ofegante bem próxima ao meu ouvido, sentir o cheiro da sua pele e o toque suave de suas mãos deslizando em meu corpo e sem querer querendo, tocar o meu sexo, deixou-me cheia de vontade...

Tentei resistir, mas sabia que seria impossível... Então, mudei de posição e passei a provocá-lo dizendo e lembrando de alguns momentos picantes que já vivenciamos...

A cada palavra sussurrada em seu ouvido, um gemido de tesão era expelido por seus lábios e o seu olhar faminto, me despia e sua língua maliciosa me penetrava com o pensamento; Parecíamos um casal de namorados em busca das tais descobertas sexuais...

Percebi que não pararíamos por ali, então, provoquei-o dizendo que era melhor continuarmos quando a luz voltasse... Ele se negou e disse que queria um pouco mais... Novamente eu disse que não e, nesse instante, senti uma de suas mãos me apertando contra o seu corpo e a outra, pegar a minha mão e guiar até tocar o seu membro por cima da calça e sussurrando em meu ouvido ele falou: “...Sinta... Aperte... Veja o que você faz comigo... Agora é tarde demais e você terá que satisfazer-me...“

Confesso que suas palavras fizeram com que eu ficasse ainda mais excitada e esse seu jeito sexy e safado de me “mandar” continuar, me deixou com a calcinha completamente molhada... Mas, continuei provocando e disse que enquanto a luz não voltasse, eu não iria fazer nada e se ele quisesse, poderia dar um jeito “sozinho”...

Tentei sair do sofá e para minha surpresa e alegria, ao me levantar a luz acendeu...

Sorrindo ele me puxou novamente em seus braços, me beijou loucamente e tirando o seu membro para fora disse:

“- Pronto, agora é com você... Vem que eu te quero e estou morrendo de vontade de te lambuzar!”

Como estava louca de desejo, não me contive e ajoelhei-me em sua frente e passei a chupá-lo... Deslizando minhas mãos em suas coxas, percorrendo a minha língua desde as suas bolas (que estavam toda depilada do jeitinho que adoro) o lambi com prazer... Subindo e descendo... Sugando e beijando cada centímetro do seu membro... Saboreando-o por inteiro... Fazendo movimentos circulares em volta de sua glande que estava latejante e, com uma de minhas mãos apertando-o na base, o levei ao delírio, engolindo-o todo e devorando-o completamente.

Quando senti em minha boca um caldinho anunciando que o gozo estava prestes a acontecer, parei... Olhei em seus olhos e disse: “- Agora é a minha vez... Vem que quero sentir sua língua bailar em meu corpo...”

E assim ele o fez... Retirou minha calcinha, mordiscou os meus mamilos e desceu beijando o meu corpo até tocar o meu sexo que estava encharcado de tesão... Fizemos uma troca maravilhosa e enquanto eu o chupava, ele me fez gozar em sua boca. Estava cheia de desejo e disse que queria mais e então, com um tom autoritário ele me chamou de safada e pediu para ficar de quatro...

Levantei e me ajeitei conforme “suas ordens”... E então ele me beijou, novamente me chamou de sua safadinha, me mordeu levemente, deslizou sua língua... Me acariciou gostoso e segurando em meu quadril, penetrou o seu membro profundamente.

Gemi de prazer e como a excitação estava dominando os meus sentidos, passei a me tocar e a rebolar gostoso... Não resisti e me entreguei... Viajei... Delirei... E sentindo que ele também não resistiria, o pedi para gozar comigo... E juntos, chegamos ao ápice do prazer, liberando o tesão e nos fartando com o amor e o prazer que um sente pelo outro.

Deitamos no sofá e abraçados, acabamos pegando no sono.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 10h37 PM
[ ]





Dez dicas para esquentar a sua noite usando lingerie erótica

"Burocrático". Se é desta forma que você define o sexo no seu casamento é no namoro, está na hora de fazer algumas mudanças radicais. Mesmo que você não seja uma "mestre do sexo" e nem esteja a fim de comprar uma edição do Kama Sutra para praticar em casa, existem algumas coisas que você pode (e deve) fazer para esquentar a sua noite.

Depois de um certo tempo no relacionamento, o sexo tende a perder um pouco do mistério - principalmente pela falta de criatividade do casal. O sexo tem infinitas variações e com certeza há muita coisa que pode ser posta em prática. O tempo de convivência e a cumplicidade entre o casal contarão a favor, já que os dois se sentirão mais à vontade para dividir fantasias e cometer pequenas loucuras.

Não force situações com as quais você ou ele não se sintam bem. E não se esqueça que não importa o tempo de convivência do casal: a camisinha continua sendo fundamental. As sugestões da lista abaixo podem dar o empurrão que falta para acabar com a burocracia na sua transa.

1. Melhorar a auto-estima: Você não vai convencer seu parceiro de que a noite será maravilhosa se não se convencer disso primeiro. E o primeiro passo é se achar atraente, bonita e gostosa. Um pneuzinho, uma ruga ou uma mancha não são motivos para se olhar no espelho e se sentir mal.

2. Conversar sempre: Você pode fazer sexo em silêncio - ou sem trocar uma palavra inteligível. Mas a conversa, na cama e fora dela, pode melhorar a qualidade do sexo. Diga, ou aponte a ele, onde gosta de ser tocada e o que lhe dá mais prazer. Incentive-o a fazer o mesmo.

3. Criatividade: Para tirar o seu parceiro da frente da televisão e instigá-lo a uma noite de amor, vale tudo. Bilhetinhos, recados apaixonados no telefone e até os telegramas fonados. Telefone para ele durante o trabalho e convide-o para uma viagem maravilhosa essa noite. Talvez ele peça ao chefe para sair mais cedo...

4. Bom humor: Durante o sexo, é preciso estar disposta. Nunca faça porque se sente obrigada. O homem sente mais prazer se perceber que você também está aproveitando. Mantenha o bom-humor mesmo que nem tudo saia como o planejado. Assim, você garante que vai haver uma nova oportunidade.

5. Romantismo: Pode parecer que só as mulheres gostam de romantismo, mas os homens também aproveitam esses momentos. Abuse dos carinhos, beijos e abraços. Prepare um jantar à luz de velas, mantendo o suspense para o que vem depois.

6. Mudar o ambiente: A mudança de cenário dá à relação um sabor diferente. Se o quarto e a cama parecem convencional demais, porque não a sala, a cozinha ou até a lavanderia? Um motel também é uma ótima opção, principalmente se outras pessoas moram na casa. Um bom espelho no teto e uma banheira de hidromassagem, mesmo sendo clichês, são muito excitantes.

7. Explore as fantasias: Descubra suas fantasias e as compartilhe. Diga ao seu parceiro o que você gostaria de fazer com ele e coloque em prática. Deixe que ele faça o mesmo. É importante que os dois se sintam seguros e bem em realizar essas fantasias. Não faça algo que não faz você se sentir bem e nem obrigue-o a fazer.

8. Sedução: O sexo envolve todos os sentidos e você pode colocar usar e abusar de todos eles. Impressione sua visão com uma lingerie sensual e um striptease. Faça nele uma massagem sensual, enquanto sussurra em seu ouvido o que vem depois.

9. Variações: Experimente novas posições sexuais. Pratique o sexo oral e o sexo anal, desde que se sinta à vontade. As variações vão provocar novas sensações e você vai querer repeti-las.

10. Brinquedos:Além de você e ele, brinquedos eróticos também podem e devem participar do momento de prazer

 

Texto cedido por: " Bela da Noite "

Eu aprovo e recomendo,

Quem não a conhece não sabe o que está perdendo!



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 08h56 PM
[ ]





Depois de um árduo dia de trabalho cheguei em casa cansado, exausto e com muito sono então, tomei um banho e fui dormir.

Lá pelas tantas da madrugada comecei a sonhar que estava tendo relação com minha esposa. Como sempre, ela estava divina... Linda, sexy e provocante.

Podia sentir perfeitamente sua boca molhada tocando o meu peito e passeando em meu tórax, tocando lentamente a minha virilha.

Pude sentir também o deslizar de suas mãos delicadas tocarem o meu corpo e seus gestos de carinhos, fizeram o meu membro levitar.  

Fiquei ainda mais excitado ao vê-la devorando o meu membro com tanto apetite e satisfação...

Ah, se eu não estivesse cansado, podia jurar que era real!

E quando estava prestes a gozar, acordei e vi que tudo não passará realmente de um sonho. Um sonho que me abriu o apetite e me deixou completamente tarado e louco de vontade.

Então não pensei duas vezes antes de investir nas caricias para acordá-la. A principio resisti, mas ao vê-la ali deitada em nossa cama linda, sexy e indefesa, fez o meu corpo tremer de prazer.

Sutilmente eu a despi e comecei a beijar o seu corpo... E com ela nua, passei a deslizar minhas mãos e o meu membro ereto em seu corpo.

Percebi que a cada caricia ousada sua pele arrepiava e, mesmo ela estando dormindo, conseguia ouvir um tímido gemido sair de sua boca.

Comecei a beijar sua orelha, descendo pelo pescoço, pelo canto da boca e com delicadeza mordisquei os seus seios que estavam rígidos e apetitosos como sempre.

Nesse momento ela reagiu e, ainda sonolenta, passou a deslizar sua mão no meu membro, ora apertando-o com firmeza, ora deslizando seus dedos com delicadeza.

Estava louco de desejo... E sentir suas mãos me tocar fez com que eu quase gozasse, mas venci o tesão e retardei a ejaculação.

Passei então a deslizar os meus lábios em seu corpo, provocando arrepios e arrancando sussurros de sua boca.

Continuei a bailar minha língua até alcançar a sua virilha, onde, após afastar-lhe as pernas, passei a degustar o delicioso sabor de seu sexo.

Senti-la úmida e excitada foi o máximo e a cada penetrada de minha língua em seu maravilhoso sexo, ela ficava ainda mais molhada.

Passei a alternar carinho, delicadeza e uma suave pressão... Deixando-a sem opção há não ser a de gozar abundantemente em minha boca.

Saciei a minha cede com o seu delicioso sabor.

E quando pensei que ficaria na vontade, fui surpreendido com um maravilhoso sexo oral. Tenho que confessar que adoro senti-la engolindo o meu membro e me devorando com prazer... Pois ela sabe como ninguém, unir nos lábios pressão, sensualidade, provocação e delicadeza.

Ao vê-la, com o olhar cheio de malícia se deliciando e deslizando sua língua em minhas bolas e explorando cada parte do meu membro, não resisti e delirei... Explodindo em sua boca, liberei o meu gozo.

Jorrei forte e gostoso, lambuzando não somente a sua boca, mas também o seu rosto e os seus seios. 

Já refeitos do prazer, tomamos um banho e voltamos para cama, onde satisfeitos, pudemos descansar até o amanhecer.



- Rabiscado by: ¨.¨}Cláudia e Paulo{¨.¨ às 09h52 PM
[ ]