~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Nosso Perfil. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.
BLOG "ANJO SENSUAL"
Conteúdo Voltado Somente ao Público Adulto: "Contos, Textos, Imagem, Atualidades, Dicas de Saúde Sexual, Informações, Dicas e Links Variados".

"..ATENÇÃO..:
»PRIVAMOS PELO RESPEITO E PELO DIREITO AUTORAL!
»A maioria dos nossos textos são de autoria própria, portanto, quando não somos os autores, damos os devidos créditos e quando copiamos algo de outro Site ou Blog identificamos o mesmo!"
»Se você deseja copiar algo, avise-nos e lembre-se de respeitar a autoria!"

"OS CONTOS SÃO MERAMENTE NARRATIVOS!"
»" CASAL ANJO SENSUAL "«





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Tempo. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.







»Confira Nosso Arquivo«

-»Contos e Dicas by AnjoSensual
-»Contos Anteriores



»Passeio Virtual«

- "Cláudia Pit"
- "A arte de Fazer Bem Feito"
- "A menina atras da Janela"
- "Cantinho Sensual da Lali"
- "Dicas by Anjo Sensual"
- "Vanessa Oliveira"
- "ErotiCidades"
- "Nelma Penteado"
- "Sensualidade e Atualidade"
- "Sexy HelpDesk"
- "Visão Masculina"



»Indique o Blog«




~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Fetiche e Fantasias. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.


...Sex Shop...
»Amor e Paixão«

...Sex Shop...
»Clique SexShop«

...Sex Shop...
»Darme Sex«

...Sex Shop...
»Desfrutando Sexshop«

...Sex Shop...
»Loja do Prazer«



~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Sites Liberais. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Aprovados. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.









~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Visitas. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.












Ontem foi assim...
Você me tocou, provocou, insinuou, falou coisas no meu ouvido que me deixaram toda arrepiada, porém, o cansaço falou mais alto e adormecemos abraçados.
Aí o inevitável aconteceu. Acordei cheia de tesão, mas, tive que me segurar, afinal era uma quarta-feira e precisava trabalhar.
Mal conseguia desviar os meus pensamentos. Estava empolgada e passei o dia planejando como seria a noite e o que eu poderia fazer de diferente para agradá-lo e ao mesmo tempo me satisfazer... Tudo que fazia ou pensava se resumia em desejo, em dar e receber prazer... Em eu e você!
Cheguei em casa e fui direto pro quarto, tirei a roupa e tomei um longo e refrescante banho. Tinha pressa, pois não queria que me visse cansada, mal arrumada, suada e “vencida” pela correria do dia-a-dia.
Não sei se realmente estava quente ou se eram os hormônios em alta, mas o fato é que sentia um calor insuportável, então, liguei o “ar” frio, vesti uma minúscula calcinha e deitei na cama para assistir tv enquanto o esperava chegar.
Sem querer apertei o play do DVD e fui surpreendida com imagens de um filme erótico que estávamos assistindo no dia anterior, foi inevitável... O tesão que sentia desde o amanhecer, mais o roçar dos bicos dos meus seios no lençol e aquelas imagens, me tiraram o fôlego. Não resisti e excitada, comecei a me tocar...
Acariciei meus seios de leve, passei minhas mãos pelo pescoço, deslizei pela barriga e fui descendo... Coloquei a mão por dentro da calcinha, bem devagar, massageando cada parte com delicadeza, sempre imaginando as mãos dele me tocando.
Escutei o barulho da porta da sala se abrindo e ouvi sua voz me chamando, estava tão empolgada que mal respondi que estava no quarto e continuei me acariciando.
Sei que a cena provocaria suspiros e o encheria de desejos então, comecei a apalpar meus seios, beliscar os meus mamilos e enfiar um dedinho dentro na minha gruta úmida, porém quente e fogosa.
Olhei em direção a porta do quarto; percebi sua presença e a intensidade do seu olhar faminto, morrendo de tesão e com um volume imenso dentro da calça.
Levantei-me da cama, chamei-o para perto de mim, me esfreguei em seu corpo, beijei seus lábios, agachei e sobre a calça abocanhei seu membro. Voltei a acariciar o meu corpo, mordisquei meus biquinhos tesos e arrepiados... Retirei lentamente a sua roupa e sussurrei em seu ouvido pedindo que me penetrasse e saciasse os meus desejos, abracei e comecei a beijá-lo... Que respondeu com beijos e carícias em meus seios.
Retribui as carícias e segurei firme em seu membro. Entre idas e vinda, apertei... Massageei... Masturbei seu pau ereto e latejante de tesão.
Um lindo sorriso brotou dos seus lábios e logo em seguida me chamou de safada e começou a apalpar meus seios com mais intensidade e só depois de apreciá-los, começou a chupá-los... Sugando os mamilos... - Me deixando ainda mais louca de tesão.
Seu tesão também era intenso e não demorou muito e estávamos rolando na cama... Tentei me livrar, queria dominar e não ser dominada...
Mas foi em vão, pois o calor da sua língua passeando em meu corpo me tirou o juízo... Não resisti e me entreguei... A cada toque suave eu gemia e provocava nítidas reações em seu membro delicioso.
Fiquei ainda mais excitada e sentia minha excitação escorrendo entre minhas pernas... Voltei a me tocar e percebendo o quão eu estava molhada, pedi pra que me penetrasse.
Mas não fui atendida. Suas mãos habilidosas afastaram minhas pernas e sua língua faminta foi de encontro ao meu sexo e majestosamente passou a deslizá-la em meus pequenos grandes lábios.
Disse que era sacanagem. Que não agüentaria e fui novamente ignorada.
O prazer de sua língua bailando e dois dos seus dedos me penetrando, causou-me um orgasmo profundo, intenso, porém não único...
Ele se levantou e me beijou, fazendo com que sentisse o meu gosto em sua boca.
Aproveitei de seu descuido, me abaixei e comecei a chupá-lo, bem devagar.
Primeiro contornei toda glande, depois pressionei e deslizei meus lábios por toda extremidade e só depois de deixá-lo ainda mais teso, passei a chupá-lo. Ora rápido... Ora bem devagar...  E olhando em seus olhos, percebi sua satisfação, seu prazer.
Então pedi que se sentasse. Aconcheguei-me em seu colo e comecei a cavalgar, deixando meus seios bem próximos de sua boca para que me tocasse.
Fui aos céus. Não resisti e deixei escorrer o meu gozo, depois me levantei; fiquei de quatro e pedi que me penetrasse gostoso... Assim aconteceu...
E segurando em meus seios, gememos juntos, alucinados de prazer.
Percebi que seu gozo logo chegaria e querendo saciar o restante do tesão que ainda sentia, ajudei com mão e acariciei gostoso o meu sexo.
Ele gemeu... Delirou... Apertou os meus seios e retirou o seu membro de dentro de mim e gozou... Lambuzando-me toda.
Nos beijamos. Tomamos um delicioso e demorado banho de banheira. Famintos, porém exaustos para preparar algo, pedimos uma pizza e ficamos trocando juras de amor.



- Rabiscado by: Casal Anjo Sensual às 03h38 PM
[ ]





Fomos viajar pro campo e claro, não poderia ter sido a melhor opção para aquele final de semana.
Tudo perfeito, cenário, companhia, inspiração e desejo... Enfim, tudo!
Não estarmos a sós e tínhamos que nos policiar para não sermos vulgares e nem provocar ira libidinosa nas pessoas, porém, o alto grau de cumplicidade favoreceu para aumentar e provocar ainda mais o tesão.
A beira da piscina tudo era permitido. Olhares maliciosos, carícias ousadas, palavras sem pudores ao pé do ouvido... Um clima de magia, sedução, excitação e prazer.
O sol era intenso, e o calor fazia com que minha boca secasse a todo instante, obrigando que eu estivesse sempre com um copo de água, suco, ou outra bebida refrescante na mão. Após o mergulho disse para ele esperar um pouco, pois eu ia beber algo e já voltava.
Peguei o copo, que no momento estava com cubos gelos, limão e coca-cola e sentei na beira da piscina e fiquei observando-o nadar.
Por um instante desviei o olhar e notei que no outro canto da piscina, bem em frente de mim, havia um rapaz que acompanhava com o olhar cada movimento meu.
Embora tenha ficado sem jeito, tenho que confessar que fiquei lisonjeada e com o ego massageado, afinal, qual a mulher que não gosta de se sentir atraente, principalmente para outros homens...?! Consegui disfarçar, mas sempre que meu olhar se voltava pra ele, ele estava lá, olhando para mim.
Acredito que meu marido também perceberá, pois logo saiu da piscina e me chamou para acompanhá-lo ao bar da piscina, como estava com sede e o meu refresco já estava no fim, aceitei o convite. 
Escolhemos uma mesa num local privilegiado pela paisagem e pela privacidade. Fizemos os nossos pedidos e ficamos conversando. Meu marido queria saber o que acontecerá, pois, notou que eu estava constrangida, porém eufórica.
Contei a ele o que aconteceu na piscina, e como era de se esperar ele ficou irritado... Chegou a se levantar dizendo que ia falar com o cara, dizer que era meu marido e que, portanto, eu tinha “dono”.
Minha reação foi rir da situação, afinal, mais uma vez senti o meu ego sendo massageado, porém, eu o beijei e tranqüilizei, dizendo que o amo e que somente ele que me interessa.
Após um longo e ardente beijo, percebi que na mesa ao lado estava ele, o cara da piscina, novamente me observando. Cochichei no ouvido do meu marido e ele ficou nervoso, disse que não queria briga e pedi que confiasse em mim e que deixasse que eu o provocasse, depois nos levantaríamos seguiríamos pro chalé.
Ele gostou da idéia e aceitou... Disse que acompanharia distante, se levantou, me beijou, fez com que ia até a mesa do cara e se desviou, seguindo pro banheiro.
Tenho certeza que nesse momento o cara se assustou, pois o seu olhar mudou completamente, porém, ao ver que eu estava sozinha na mesa voltou a fixar o olhar em mim.
Cruzei as pernas e deixei com que a fenda da minha saída de banho mostrasse o quão bronzeada e torneada elas estavam. Percebi que ele gostou, pois um sorriso malicioso brotou em seu rosto, e para provocá-lo ainda mais, peguei o copo e levei-o até a boca...
Queria prender o seu olhar, então, num gesto ousado e malicioso mergulhei meu dedo na bebida e lambi... Depois peguei um pedaço de gelo e deslizei entre meus lábios úmidos, sugando-o delicadamente.
Ele estava paralisado e eu, envolvida... Assustei com o toque do meu celular e quando olhei no visor vi que era o meu marido, então atendi com uma voz bem sensual... Ele disse que estava acompanhando tudo de longe e que a provocação estava mexendo era com ele. Sem jeito, eu ri e disse que ia parar com aquilo, mas ele me pediu para continuar, pois estava gostando...
Respondi que não conseguiria fazer, afinal teria que provocar não apenas um e sim dois homens,. Porém ele insistiu para eu continuar...
Disse que faria só se ele me instruísse por telefone o que e como fazer, mas ele nem quis me ouvir e respondeu dizendo que eu sabia mexer com a libido dos homens e que ficaria apenas como telespectador. Acabei concordando e desliguei o celular.
Voltei a provocá-lo, ou melhor, provocá-los, passando a ponta da língua na borda do copo, deslizando e molhando o meu dedo no liquido e sugando-o suavemente.
Ao longe, avistei o meu marido sentado numa outra mesa, com o olhar em mim. Para me sentir mais tranqüila tentei me concentrar apenas nele, o que foi impossível, pois o olhar penetrante, vidrado, em transe do rapaz da mesa ao lado me deixava excitada... E embora estivéssemos distantes um do outro, podia sentir o desejo que estava causando em ambos, e quanto mais eu tentava me concentrar apenas no meu marido, mais os meus olhos procuravam o rapaz ao lado.
O clima era intenso de magia, tesão, desejo e sedução... Mais uma vez levo um susto ao ouvir meu celular tocando e mais uma vez era ele, dizendo que eu estava me saindo bem, mas que não estava agüentaria mais...
Pedi que ele voltasse pra nossa mesa, disse que precisava de um beijo, pois eu também estava “eufórica”, e mal deu tempo de colocar o celular de volta no lugar, quando notei sua presença.
Ele se aproximou, sentou-se perto de mim, passou a mão no seu pescoço e beijou-me deslizando sua língua furiosamente na minha. Uma de suas mãos acariciava os meus cabelos, já a outra mão arrepiava o meu corpo quando pressionavam contra a minha barriga.
Sugeri que fossemos embora, pois, não queria mais brincar de seduzir, agora queria ser possuída pelo meu homem.
Levantamos, cumprimentamos o tal rapaz da mesa que estava com cara de quem não esta entendendo nada e seguimos pro chalé...
Tínhamos pressa... Abrimos a porta e demos espaço para os movimentos coordenados, caricias ousadas, sintonia perfeita, tesão latente, pulsante, envolvente... Nossos corpos se enroscavam, nossas mãos se tocavam, nossos lábios se beijavam... O mundo parou...
Éramos apenas nós dois, o amor que nos une comandava os nossos atos, o nosso desejo e a nossa cumplicidade... Foi lindo, mágico, gostoso, intenso, infinito.
Ficamos entregues ao prazer... Saciamos os nossos desejos e como quem flutua pelo ar, nos entregamos ao cansaço e adormecemos na cama.



- Rabiscado by: Casal Anjo Sensual às 02h42 PM
[ ]





Estava deitada lendo uma revista quando ele chegou cheio de vontade...

Por estarmos cansados, cheguei a pensar que não passaríamos de beijos e caricias; mas à medida que ele ousava nos toques, a minha excitação aumentava.

Quase não resisti quando ele sussurrou no meu ouvido que queria me saborear com champanhe e morangos - só de imaginar o sabor do morango misturado com o meu, fico completamente excitada - Então eu sorri e disse que era para que eu estava morrendo de sede.

Tão logo teve o meu aval ele se levantou, serviu o champanhe, apagou as luzes deixando somente o abajur lateral aceso, colocou uma música bem romântica e chamou-me para dançar. 

Dançávamos no ritmo da música e lentamente retirei toda a sua roupa, deixando-o completamente nu.

Com ele nu e de membro ereto, comecei a ousar nas caricias e passei a deslizar a minha língua em seu pescoço, descendo em seu tórax e chegando a sua virilha. Por mais que estivesse excitada e louca de vontade de devorá-lo, desviei do seu membro e segui em direção aos seus testículos, contornando-os lentamente...  Então, tomei um pouco do champanhe gelado e, com algumas gotas na boca, passei a chupá-lo gostoso.

A sensação de frio e o calor da minha língua provocaram-no grandes gemidos e nesse instante pude sentir o pulsar latejante do seu membro em minha boca.

Ousei. E lentamente coloquei-me de quatro e deixei cair algumas gostas do champanhe gelado em seu membro. Olhando em seus olhos, comecei a sugá-lo num vai e vem gostoso, provocando assim quase o seu gozo.

Percebendo sua excitação, parei de tocá-lo e apertei delicadamente, mas, ferozmente o seu membro; retardando a ejaculação e dando-lhe mais prazer.

Então, voltando ao som da música, comecei a dançar para que ele... E dançando, comecei a despir-me, começando pela blusa, depois o short... E por ultimo a calcinha que estava completamente molhada.

Ao perceber a minha excitação ele partiu para o ataque e deitou-me na cama; enquanto me beijava deliciosamente ele começou a passear suas mãos pelo meu corpo... Começou pela nuca, seguiu em direção dos seios, onde parou por alguns minutos, massageando e apertando-os levemente e então, fez a revanche, pois foi à vez dele de saborear o champanhe em mim... E após alguns minutos, continuou tocando e arrepiando cada parte do meu corpo até chegar ao meu sexo, que estava louco de desejo e completamente molhado.

No inicio saboreou-me delicadamente e, após deslizar sua língua por toda parte, pegou o pote de morangos e começou a brincar, ou melhor, começou a lambuzá-los em mim...

Foi difícil mais consegui resisti à excitação e prolonguei o meu prazer.

A maneira sensual de vê-lo tocando em mim saboreando os morangos, encheu-me de desejos e pedi para que ele colocasse um em minha boca. Prontamente ele atendeu e me beijando, colocou o morango todo lambuzado entre as nossas bocas e assim foi até o penúltimo morango... Já não estava agüentando mais quando pedi para ele penetrar o seu membro em mim.

E, ao senti-lo completamente dentro de mim, comecei a gemer e a sussurrar palavras excitantes ao seu ouvido. Deixando-o com tesão e aumentando assim a nossa excitação.

Não resisti... E sentindo aquele entra e sai do seu membro gostoso dentro de mim, liberei o meu gozo e atingi o máximo dos prazeres, tendo assim, um delicioso orgasmo múltiplo.

Vendo-me satisfeita ele saiu de dentro de mim, pegou o ultimo morango que ficará no pote, pediu para que eu ficasse ajoelhada e com bumbum bem empinado, e num movimento ousado levou a minha boca em direção a seu membro molhado de prazer.

Pegou o morango e começou a alternar em minha boca, ora enfiando o morango... Ora enfiando o seu membro.

Provoquei-o com uma forte pressão dos meus lábios em seu membro, ele delirou... E começou a jorrar o seu leite gostoso em minha boca, lambuzando o meu rosto e os meus seios.

Tomamos um banho, degustamos o ultimo gole do champanhe deitamos saciamos de amor e extasiados de prazer.



- Rabiscado by: Casal Anjo Sensual às 03h08 PM
[ ]