~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Nosso Perfil. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.
BLOG "ANJO SENSUAL"
Conteúdo Voltado Somente ao Público Adulto: "Contos, Textos, Imagem, Atualidades, Dicas de Saúde Sexual, Informações, Dicas e Links Variados".

"..ATENÇÃO..:
»PRIVAMOS PELO RESPEITO E PELO DIREITO AUTORAL!
»A maioria dos nossos textos são de autoria própria, portanto, quando não somos os autores, damos os devidos créditos e quando copiamos algo de outro Site ou Blog identificamos o mesmo!"
»Se você deseja copiar algo, avise-nos e lembre-se de respeitar a autoria!"

"OS CONTOS SÃO MERAMENTE NARRATIVOS!"
»" CASAL ANJO SENSUAL "«





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Tempo. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.







»Confira Nosso Arquivo«

-»Contos e Dicas by AnjoSensual
-»Contos Anteriores



»Passeio Virtual«

- "Cláudia Pit"
- "A arte de Fazer Bem Feito"
- "A menina atras da Janela"
- "Cantinho Sensual da Lali"
- "Dicas by Anjo Sensual"
- "Vanessa Oliveira"
- "ErotiCidades"
- "Nelma Penteado"
- "Sensualidade e Atualidade"
- "Sexy HelpDesk"
- "Visão Masculina"



»Indique o Blog«




~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Fetiche e Fantasias. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.


...Sex Shop...
»Amor e Paixão«

...Sex Shop...
»Clique SexShop«

...Sex Shop...
»Darme Sex«

...Sex Shop...
»Desfrutando Sexshop«

...Sex Shop...
»Loja do Prazer«



~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Sites Liberais. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.





~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Aprovados. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.









~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*. .Visitas. ~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.~.*.












Era véspera de ano novo... Estava ansiosa não somente pela virada de ano, mas também pelas saudades que sentia, afinal, não estamos acostumados a ficar longe um do outro.

Acordei cedo e preparei tudo com antecedência para não esquecer nenhum detalhe. Pensei em tudo. O jantar preferido, as bebidas, a sobremesa, uma boa música e claro, um lingerie branco novo, ousado e bem sensual (aquele que ao passar defronte a loja ele me falou que havia gostado).

Preparei tudo e fui tomar um banho relaxante. Arrumei-me e fiquei a sua espera.

Mal me contive ao escutar o barulho do portão se abrindo. Corri pra porta e o vi entrar sorrindo, ele estava ainda mais lindo e gostoso. Nada como uns dias longes para a paixão pegar fogo e o tesão, dominar nossos sentimentos.

Dei-lhe um beijo e perguntei sobre a viagem. Sorrindo ele disse que eu estava linda e respondeu que a melhor parte da viagem estava apenas começando com o nosso reencontro.

Fui aos céus e quase tive um orgasmo ali mesmo, enquanto o abraçava e sentia seus lábios quentes e famintos tocando os meus.

A noite estava linda, a saudades incontrolável e o desejo de me entregar em seus braços era imenso. Ajudei-o com as malas e seguimos para o quarto, sentei na cama e começamos a conversar enquanto ele tomava um delicioso banho.

Ao vê-lo parado na minha frente, poderoso e com olhar de safado, não resisti... Levantei-me e fui em sua direção, beijei-lhe ferozmente e comecei a sugar todas as gotas de águas em seu corpo nu. Não poupei nenhum local e todas as vezes que ouvia seus gemidos de prazer, sentia meu corpo arrepiar e uma deliciosa sensação tomava conta de mim e minha calcinha encharcava de puro tesão.

Quando ia sugar as gotas do seu membro ereto e duro ele me segurou e puxou-me contra o peito, nossos corpos suplicavam um ao outro... E dizendo que estava com saudades de mim, da minha pele, dos meus beijos e do meu corpo retirou toda a minha roupa com delicadeza e como imã, nossos corpos se uniram formando um só corpo, uma só alma.

Começamos a dançar e fui ao delírio com o toque malicioso e suave, porém, forte de suas mãos percorrendo o meu corpo, em busca do meu prazer. Com maestria ele passou a me beijar e tão logo a deslizar sua boca por caminhos que só ele sabe e pode percorrer; entreguei-me de corpo e alma e fui ao delírio ao sentir sua língua bailar entre minhas pernas, por pouco não gozei...

Com o olhar cheio de malicia, desci minha mão e toquei o meu sexo lambuzado, percorri o meu corpo e esfreguei meus mamilos deixando-os com meu sabor e depois pedi para que ele os chupasse... Tarado, ele os sugou gostoso, dizendo que assim eles ficavam ainda mais saborosos. Então enquanto massageava seu membro, pedi que ele me beijasse, pois, queria sentir o gosto do meu sexo em sua boca.

Queria mais... Então o ajeitei na cama e sentei em seu colo. Beijando-o, me acomodei permitindo assim que seu membro ficasse completamente envolto pela minha grutinha do amor e ao sentir que seu membro latejava de tanto tesão, passei a cavalgar gostoso.

Estávamos sedentos de amor e sexo e, entre mordiscadas nos seios, palavras picantes ao pé do ouvido e beijos audaciosos, não agüentei e deixei em seu membro, o meu gozo escorrer.

O provoquei dizendo que queria mais... E o deixei maluco quando disse que ele podia pedir o quisesse, pois, eu estava ali pra lhe satisfazer.

Com seu jeito safado ele sussurrou dizendo que assim eu o levava ao delírio, então pedi novamente: Vem, me possua... Vem que te quero, me faça-a sua, toda sua!

Ele não hesitou e pediu-me para ficar de quatro, pois me queria penetrar profundamente... Tendo no olhar o tesão e a safadeza de uma mulher que ama e é muito bem amada, atendi o seu desejo.

E numa sensação maravilhosa de prazer e satisfação, senti seu membro duro e gostoso me invadir... Possuindo-me por inteira. Delirei e gemi ao sentir uma de suas mãos puxando deliciosamente os meus cabelos... Enquanto a outra percorria entre minhas pernas e tocava o meu sexo e num movimento gostoso, pude sentir o toque suave dos seus dedos e a penetração delicada de um deles dentro de mim, deixando-me completamente arrepiada e toda molhada... Pedi que me devorasse, que penetrasse gostoso e me enchesse de prazer e tesão.

Vendo a minha excitação ele penetrou o seu membro todo tarado em meu sexo lambuzado... Segurando em meus seios e alternando movimentos suaves e ferozes, fez me gozar diversas vezes...

Saciando a saudades dos nossos corpos e quando não agüentávamos mais, gozamos juntos... Despejando ali o nosso gozo, o nosso prazer e o amor que nos une.

Fomos agraciados pelo som dos fogos que anunciavam que o ano novo acabará de chegar trazendo novas esperanças... Fixamos o olhar um no outro e um sorriso de contentamento invadiu nossos lábios provocando um beijo carinhoso... Encostei minha cabeça em seu peito e trocando juras de amor tivemos a certeza que a necessidade de sentir nossos corpos colados faz o nosso amor ser verdadeiro e proporciona uma paixão avassaladora fazendo de nossas vidas, uma só vida... Uma vida completa, realizada e maravilhosa. 

 

 

 



- Rabiscado by: Casal Anjo Sensual às 10h58 AM
[ ]





Todo casal tem fantasias secretas as quais desejam realizar, porém nem sempre conseguem, ou nem sempre tem oportunidade para tal. Seja por causa de ciúmes ou por faltar coragem.

Para nós, as fantasias fazem parte das nossas vidas. Ora as deixamos escondidas, ora afloramos e deixamos com que ela encaminhe nossa imaginação.

É comum fantasiarmos uma aventura num local publico, uma transa a três, a quatro e por ai vai. Não são raras às vezes que trazemos para junto de nós uma garota, outras vezes um rapaz, mas sempre desconhecido, afinal, fantasias com pessoas do nosso rol de amizades pode causar ciúmes e o que é pra apimentar a relação, pode azedar e por fim em tudo.

E o inevitável aconteceu.

Era véspera de natal e estávamos numa festa superanimada regada por conversas picantes, sedução e batidas de saquê, caipirinhas e cerveja. A musica nos instigava a provocação, afinal, dançar sensualmente era a pedida certa naquele momento.

Tudo ia muito calmo até uma garota resolver dançar com ele... Confesso que no começo senti ciúmes, mas depois relaxei e entrei na brincadeira, em pouco tempo estávamos os quatro dançando e se autoprovocando. Ora eu dançava com meu marido, ora trocávamos de parceiros, ora eu dançava com ela e eles ficavam olhando.

Ja estava excitadíssima, a noite mal havia começado e em meio a amassos loucos misturados a arranhões, pude sentir o tamanho de sua empolgação também. A coisa estava ficando excitante demais então, sabendo das segundas intenções e de tudo que estava por vir, resolvemos ir para um local mais apropriado.

Nos despedimos e saímos rumo a um motel, ali perto, super luxuoso e com pista de dança, afinal, dançar é uma ‘fantasia’ muito excitante e provocante.

Lá chegando, combinei com ela que continuaríamos no ritmo da festa e, para provocá-los, pedimos para que eles ficassem nos olhando enquanto bebiam.

Não permiti que os ciúmes tomassem conta da situação e só me importei em sentir e dar ao meu marido o prazer real que sempre tínhamos com nossas fantasias.

Começamos então a mostrar o quão delicioso e sensual é ver duas garotas dançando, se tocando, se acariciando e trocando ingênuos ‘selinhos’.

Em poucos minutos o clima foi ficando quente. Começamos a explorar o corpo uma da outra e a sentir os nossos corpos quentes e cheios de vontade de ter prazer... Olhares maliciosos, coisas certas faladas ao pé do ouvido... Pernas se entrelaçando... Arranhões de leve provocavam gemidos e beijos no pescoço causavam arrepios por todo corpo...

A essa altura já passava de quente a situação, nada nem ninguém podia nos tirar dali, selinhos não eram o suficiente para matar a sede de nossos corpos. Foi quando decidimos tirar nossas roupas. Eu as delas e ela, as minhas e juntas, fomos tomar banho... Uma tocando a outra. Minhas mãos ensaboavam os seios dela enquanto as mãos dela percorriam meu corpo... Os rapazes foram ao delírio e querendo ver até onde chegaríamos, começaram a pedir onde uma deveria tocar na outra.

Pedido feito, pedido aceito... E, aos suspiros, levei minha mão em sua perna... Lá embaixo e debaixo do chuveiro, lentamente subindo até tocar sua virilha e sentir o quão quente estava seu sexo. Ela por sua vez, me apertava contra seu corpo e tocava carinhosamente meus mamilos com sua língua faminta.

A sensação era única, um sentimento sem igual, eu delirava com cada toque dela e vibrava toda vez que ouvia os gemidos dela com meus toques.

Não resistimos e trocamos um beijo tímido, mas intenso.

Eles também não resistiram e já sem roupas nos fizeram companhia em baixo do chuveiro.

Corpos ardentes... Desejos proibidos e num misto de realidade e fantasia, nos entregamos ao prazer, sem preconceitos e pudores.

Por vezes eu sentia a mão de outro homem me tocando e ficava louca de tesão. Aproveitava e deslizava minhas mãos em suas coxas encostando suavemente em seu pau, rijo como ferro.

Saímos do banho e seguimos para o quarto. Estávamos lado a lado quando num descuido meu, senti meu marido me encoxar por trás e o outro rapaz pela frente.

Delirei e senti minha bocetinha molhar e latejar de tesão.

Ficamos uns 10 minutos ali em pé, os dois se esfregando em mim, um beijando a nuca e o outro a minha boca, alisavam meu corpo, mordiscavam meus seios... Deslizavam a mão em meu corpo e lambuzavam os dedos com minha bocetinha.

Uma situação excitante demais. Eu gemia, me abria, pedia mais, aquilo estava me deixando fora de si que acabei esquecendo que havia outra garota ali.

Me entreguei aos dois e senti o mais perfeito de todos os orgasmos... Prazer até então nunca sentido por mim. Foi quando cai na real e lembrei da garota que a essa altura estava a se masturbar olhando os dois me penetrando.

Sorri e sem pensar duas vezes parti em sua direção. Acomodei-me ao seu lado e senti o calor de sua bocetinha em minha língua. E, enquanto ambos davam seus respectivos paus na boca dela para que ela os devorasse, levei os rapazes ao delírio quando disse que a bocetinha dela estava quente e saborosa.

Pedi ao meu marido que a chupasse gostoso. Que fizesse como se fosse em mim... E ela delirou de prazer e por pouco não gozou em sua boca... Então pediu para que ele a penetrasse por trás.

Maliciosamente me ajeitei e abri sua bundinha, deslizei minha mão em seu sexo molhado e lambuzei seu cuzinho, deixando-o no ponto para meu marido penetrar.

Enquanto ele a penetrava, eu observava e me enchia de tesão.

Excitada, passei a me tocar assistindo ela devorando o membro do seu namorado e sendo penetrada por meu marido. Fui ao delírio e gozei em meus dedos.

Com as pernas ainda tremulas, percebi que o namorado dela estava louco de tesão e me ofereci... Ficando de quatro...

Primeiro o chupei lentamente, sentindo cada veia saltitante naquele membro teso e duro. Olhava para ele e via que não agüentaria muito tempo, e diminuía a pressão dos meus lábios... Olhava para ela sendo penetrada por meu marido e ficava ainda mais excitada e, olhava para o meu marido e me molhava de tesão...

Num simples movimento fiquei ao lado dela e passamos a brincar com nossas línguas... Mãos acariciando uma os seios da outra... E num instante senti aquele membro me tocando, penetrando gostoso, num vai e vem profundo...

Ela gozou... Lambuzando gostoso o pau do meu marido... Eu rebolei e também gozei sentindo aquele pau no meu cuzinho... Eles não resistiram e ao mesmo tempo retiraram seus paus de dentro de nós e jorraram sobre nossos corpos, nossas caras, espirrando em nossos seios e em nossas línguas...

Ficamos alguns instantes calados só desfrutando daquele prazer maravilhoso... Uma brincando com o mamilo da outra, lambuzados... Eles, cansados, porém ainda tarados...

Depois de um tempo, conversamos, tomamos um vinho, e após um banho, cada um seguiu com seu parceiro para casa, a fim de sintonizar e memorizar o prazer único ali sentido.

Confesso que chegamos em casa e, ainda excitados, continuamos a noite, agora a sós, a dois... Num romance maravilhoso, excitante e muito prazeroso.

 

 

 



- Rabiscado by: Casal Anjo Sensual às 04h13 PM
[ ]